Foto: Scooters Wuyang, conhece?

Nhunhang, exemplar, óleo, várias, freio, corrente etc

Foto: Scooters Wuyang, conhece?

Foto: Scooters Wuyang, conhece?

Comprei um Wuyang modelo 2005, por‚m nÆo conhe‡o nada sobre ela (a nÆo ser o que diz o manual e o pessoal da loja). Ela ‚ minha primeira moto, nÆo tenho experiˆncia em termos t‚cnicos, gostaria de saber se vocˆs j  ouviram falar nela, j  testaram, o que acharam, etc.
Adriano – Recife – PE
Adriano, eu NUNCA nem ouvi falar, nem vi essa tal de hunhang. Que raio de moto ‚ essa? Pelo que pesquisei ela tem um acordo de tecnologia com a Honda da China, mas nem sequer achei o site da empresa.

Exemplar
Li o artigo do caro tio Tite entitulado “as marcas do passado” e lembrei que a lanterna traseira da minha Honda Biz 100 estava colada ap¢s um acidente durante uma lavagem em casa. Aquilo me tocou e comprei imediatamente a lente da lanterna (R$ 6). Hoje ap¢s ler a mat‚ria sobre evitar acidentes com motos a noite, percebi como agi corretamente, tendo em vista que a lanterna antiga havia sido “fuma‡ada” para dar um efeito fumˆ, reduzindo ainda mais o seu campo de luminosidade.
Hermes – Mossor¢ – RN
Mas que bom menino, quando eu voltar a Mossor¢, naquele sopÆo de gente das piscinas termais, vou passar na sua casa filar uma picanha de bode!

àleo
Tenho uma agrale sxt 27.5 ano 1994. Uso para trilhas. Qual ‚ a propor‡Æo correta de ¢leo 2 tempos que devo usar? Lauri – Campo Grande – MS
A propor‡Æo correta depender  muito do tipo de ¢leo e da rota‡Æo que sua Agrale trabalha. Mas j  que vocˆ est  optando por dispensar o reservat¢rio de ¢leo 2 T e prefere misturar diretamente no tanque, aconselho usar um ¢leo sint‚tico 2T na propor‡Æo de 4%, ou seja, a cada 0,5 litro de gasolina adicionar 20 ml de ¢leo.

V rias
Fui sorteado no 2§ mˆs de cons¢rcio adquirindo uma YBR que est  com mais de 55.000 km em um pouco mais de 1 ano. Provavelmente ficarei com ela at‚ a quita‡Æo (4anos), e por isso, 80% do tempo em uso a utilizo na “manha” visando sua durabilidade. Assim: 1) 90km/h constantes em rodovias for‡a o motor ou devo “variar ocasionalmente”? 2) Uso um ¢leo 20w 50 API SG (semi-sint‚tico) diferente do API SL (mineral) indicado pela montadora, fiz a melhor escolha? 3) Quando necess rio, a utilizo “freneticamente” nos corredores e engarrafamentos esquecendo meu c¢digo de conduta, mas respeito o giro. Este uso desgasta significativamente mais do que no uso racional? 4) estando o ¢leo e filtro em boas condi‡äes, o que efetivamente acelera o desgaste do motor? 5) No seu conhecimento, qual a maior quilometragem que uma 125 fez sem que tivesse feito o motor?
Diogo – Rio de Janeiro/RJ
Ol  Diogo, a 90 km/h o motor de sua motocicleta nÆo estar  sendo for‡ado se vocˆ ainda tiver condi‡äes de aumentar a velocidade, note que a velocidade nÆo ‚ o parƒmetro mais aconselh vel para definir a preserva‡Æo do motor, observe que andar 90 km/h numa subida ‚ bem diferente do que andar 90 km/h em descida, portanto a preserva‡Æo do motor est  diretamente relacionada a sua rota‡Æo. Quanto ao ¢leo recomendado pelo fabricante, este utiliza um dos melhores ¢leos 4 tempos j  testado para motocicletas do pa¡s, al‚m do que h  aditivos no ¢leo semi-sint‚tico – part¡culas com fun‡äes de reduzir muito o atrito – que podem inutilizar o conjunto da embreagem de sua YBR prematuramente, fazendo-a “patinar”. Outro ponto importante ‚ o uso fren‚tico de sua motocicleta, este tipo de uso nÆo s¢ prejudica o motor – embreagem – como tamb‚m reduz a vida £til dos pneus e freios. O desgaste do motor ocorrer  naturalmente e, portanto, vocˆ dever  seguir todas as instru‡äes do Manual do Propriet rio de sua motocicleta para preserva – l  ao m ximo, obede‡a os intervalos de manuten‡Æo peri¢dica que define bem os tipos de servi‡os a serem executados que vÆo al‚m da troca de ¢leo e limpeza do filtro, por exemplo existem as v lvulas que devem ser ajustadas tamb‚m. Conhe‡o v rias 125 cc que j  passaram de 150.000 km sem precisar abrir o motor, mas isto ‚ muito relativo pois pode depender tamb‚m da exigˆncia do propriet rio, alguns nÆo ligam para um ru¡do a mais no motor ou por perda de potˆncia.

Freio
Agora que j  me recuperei do meu acidente, minha moto tb j  se recuperou, mas to com uma d£vida, meu disco de freio dianteiro era uma maravilha, freiava muito bem, mas depois que eu levei a moto pra arruamar, eles tiraram a roda para fazer o alinhamento e depois disso meu freio ficou borrachudo, ser  que passaram alguma coisa no disco? Que eudevo fazer pra voltar a ser igual antes?
Thiago – Hortolƒndia – SP
NÆo acredito que tenham passado nada no seu disco de freio, na d£vida, limpe seu disco de freio utilizando solvente do tipo “Thinner”, nos primeiros acionamentos do freio seja cauteloso. Provavelmente o sistema de freio ficou danificado devido ao seu acidente, talvez esteja vazando flu¡do de freio atrav‚s dos retentores do c liper.

Corrente
Preciso de sua inigual vel sabedoria para resolver uma questÆo! Tenho uma NX200 2001 e estou bastante satisfeito com a moto. Apesar de cuidar dela muito bem, at‚ de mais segundo minha noiva, eu nÆo consigo resolver um problema. A corrente dela, mesmo dias depois de ser apertada, bate muito quando desacelero. Tem como resolver isso?
Luis – Rio de Janeiro RJ
Aten‡Æo, nunca verifique a folga da corrente com o motor ligado. Para a sua motocicleta a folga dever  ser de 35 a 45 mm e vocˆ dever  medir a folga num £nico ponto – conforme manual, por‚m, por toda a extensÆo da corrente. Existe a possibilidade de sua coroa estar “ovalizada”, fazendo variar a folga, ou seja, conforme vocˆ gira a roda traseira a folga variar  bastante, se for este o caso nÆo tem jeito, deve trocar em conjunto a corrente, coroa e pinhÆo. Caso a folga for uniforme por toda a extensÆo da corrente, vocˆ dever  lubrificar bem a corrente, pois, al‚m de reduzir o atrito diminui consideravelmente o ru¡do. Aproveite e verifique o desgaste no guia da corrente de transmissÆo.

Fazer
Comprei um fazer 250 faz pouco tempo e eu queria te fazer uma pergunta com que muitos donos de “fazers” devem estar indignados. O que levou a Yamaha a escolher essa lƒmpada de 35w, e de equipar a moto com 5 marchas. Quando a tdm 225 e a xt 225 sÆo de motor semelhante, quase idˆntico, e usam a lƒmpada 60w e possuem 6 marchas. Eu duvido que seja conten‡Æo de gastos, por que a tdm 225 era a moto mais barata depois das 125. Eu fico indignado de chegar a 8000 rpm na 5¦ marcha e nÆo ter uma marcha pra subir, o motor com certeza aguentaria uma 6 marcha e com muita forca.
Christopher – Rio de janeiro, RJ
A Fazer 250 ‚ uma das primeiras motos 250cc com inje‡Æo eletr“nica do mundo e claro, alguns itens tem que melhorar, ‚ o caso da lƒmpada da Fazer que ‚ utilizada em outros modelos da Yamaha, o que facilita a log¡stica e reduz o custo do fornecimento para a f brica. Al‚m do que uma potˆncia maior da lƒmpada implica em desenvolver outro farol, que ter  de resistir a maior temperatura. O motor da Fazer tem como caracter¡stica um ¢timo desempenho em baixa e m‚dia rota‡äes e para isto a Yamaha utiliza um cƒmbio de cinco marchas fazendo com que a moto seja  gil e econ“mica no trƒnsito.

Cartas T‚cnicas respondidas por: BIAGIO FERRARI / INSTRUTOR TCNICO