Nico Rocha está de volta ao Brasileiro de Motocross

Piloto da equipe Pro Tork Racing Team corre sua primeira prova do nacional; lesionado, ele ficou de fora das duas primeiras etapas

SÆo Paulo (SP) – A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross marca a volta de Nico Rocha ao nacional da modalidade. Piloto da Pro Tork Racing Team, ele sofreu uma lesÆo na coluna no in¡cio do ano durante uma prova regional no Paran . A etapa ser  realizada neste final de semana, 28 e 29 de abril, no mot¢dromo da cidade de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul. Outros pilotos da equipe sÆo destaque: Milton Becker Chumbinho e JoÆo Paulino Marronzinho lideram suas categorias, respectivamente a MX3 e a MX1. Rafael Faria disputa a MXJr, Douglas Santos a 85cc e Paulinho Stedile e Rafael Zenni correm a MX2 sendo que Zenni tamb‚m estar  na MX1.

Nico Rocha est  pronto para encarar o principal evento do motocross brasileiro. Em fevereiro deste ano, o piloto de Londrina sofreu uma lesÆo na col una ao colidir com outra moto durante uma prova regional no Paran . Ficou afastado at‚ a £ltima semana, quando correu e venceu o Radical Cross, no Mato Grosso do Sul. Na terceira etapa do nacional, Nico corre com uma moto de 250cc na categoria MX3 (onde motos de at‚ 450cc sÆo permitidas). “Fiquei bastante tempo parado. Em uma reuniÆo com a equipe, achamos melhor retornar com um equipamento menos potente”, comentou.

Para Nico, o mais importante nesta etapa ‚ ganhar pontos no campeonato. “Como voltei agora, nem penso em brigar pelas primeiras posi‡äes. Garantir pontos ‚ o meu principal objetivo”, completou. Na mesma categoria, estar  Milton Becker Chumbinho. Tamb‚m integrante da Pro Tork Racing Team, ele ‚ o l¡der da MX3 com 46 pontos, 10 a mais do que o segundo colocado.

Na MX1, a Pro Tork tamb‚m est  na frente. JoÆo Paulino Marronzinho ocupa o primeiro lugar na classifica‡Æo da categoria. Ele tem 46 pontos contra 45 do segundo colocado, Wellington Garci a. J  na MXJr, Rafael Faria ‚ o representante da equipe. Ele ocupa o sexto lugar com 21 pontos. O ca‡ula do time, Douglas Santos, ‚ o s‚timo colocado e possui 17 pontos na 85cc. A categoria MX2 contar  com Paulinho Stedile e Rafael Zenni, que tamb‚m corre a MX1.

Pilotos patrocinados – A Pro Tork tamb‚m patrocina pilotos que estarÆo na briga em Carlos Barbosa. O jovem Gustavo Roratto corre em casa e conta com uma grande vantagem na 65cc. Ele lidera a categoria com 50 pontos sendo que o segundo colocado, Pablo Reginatto, possui apenas 29.

F bio Andolhe, tamb‚m ga£cho, disputa a MX1 e ocupa o 15§ lugar na competi‡Æo. Tamb‚m na MX1 est  Cristopher Pipo Castro, piloto catarinense. Ele ‚ o s‚timo colocado da categoria com 14 pontos acumulados. Deni Marques ‚ goiano e tamb‚m conta com total apoio da f brica paranaense. Ele disputa a MXJr e ‚ o terceiro colocado, com 29 pontos.