No Dia Mundial do Consumidor, Ipem-SP lança cartilha orientativa ao consumidor

Promovido pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da justiça , será realizado no dia 15 de março, segunda-feira, às 10h, no auditório da Secretaria de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania, no Pátio do Colégio, 148/184, centro, o lançamento de cartilha de orientação ao consumidor para evitar prejuízos nas compras.

No local, o Ipem-SP distribuirá a cartilha e apresentará produtos com irregularidades, com técnicos especialistas que darão dicas sobre como evitar a compra de produtos com erros. A Cartilha de Orientações ao Consumidor, com informações sobre o trabalho de fiscalização do órgão e dicas para evitar prejuízos na hora da compra. Internautas já podem acessar, fazer download ou imprimir a cartilha na página: http://www.ipem.sp.gov.br/pdf/cartilha_ipem.pdf

Estarão no lançamento o diretor executivo do Procon-SP, Roberto Pfeiffer; o presidente da OAB-SP, Flávio D’Urso; o deputado federal Dimas Ramalho (PPS-SP), membro da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos
Deputados; o ex-secretário da Justiça, Hédio Silva Jr; o ex-diretor Jurídico do Ipem-SP, Paulo Feuz; e a Coordenadora da Área da Área do Consumidor do Ministério Público do Estado de São Paulo, Adriana Borghi Fernandes Monteiro.

Na cartilha, o Ipem-SP explica como é feita a fiscalização de produtos pré medidos (medidos sem a presença do consumidor), como alimentos, bebidas e cosméticos, gás de cozinha, por exemplo, além de instrumentos como balanças, termômetros, bombas de combustíveis, taxímetros, trenas e etilômetros (bafômetros), ensinando o consumidor a evitar prejuízos na hora da compra.

O material, que foi preparado com muitas ilustrações e linguagem didática, alerta também sobre produtos que só podem ser vendidos com o selo do Instituto de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), como brinquedos, preservativos masculinos, pneus e isqueiros, dentre outros, além de produtos têxteis.

Superintendente do Ipem-SP, Fabiano Marques de Paula, explica que a cartilha foi elaborada com informações resumidas e de fácil leitura, para que seja um canal de comunicação e aproximação com o consumidor. “Nosso
papel é proteger o consumidor e tê-lo como principal aliado é tornar mais eficaz o combate a fraudes e irregularidades encontradas em produtos disponíveis no comércio”.