Logo_CBM_destaque_1000x435

Nota da CBM sobre as apreensões de motos no fim de semana

Comunicado_CBM

A CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) se sensibiliza com os pilotos pelo ocorrido nesse domingo, 21, em Atibaia (SP), quando uma operação da Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal apreendeu motocicletas durante uma prova de motocross, não homologada, que acontecia no bairro Guaxinduva, em Atibaia. A maioria foi apreendida por sonegação fiscal e algumas até mesmo eram frutos de roubo.

A entidade entende que a prática do motociclismo no Brasil tem um custo alto e requer investimento. No entanto, a CBM não compactua com práticas ilícitas.

A Confederação lamenta o ocorrido e esclarece que está fora de seu alcance qualquer intervenção neste caso. A CBM não tem poder para intervir no trabalho da Polícia Federal e da Receita Federal.

Cobrada por pilotos, fãs e mecânicos, a CBM ainda lembra que a prova em questão não era homologada pela entidade e apresentava diversas irregularidades, como ausência de médico e UTI. Vale ressaltar ainda, que a maioria dos pilotos que tiveram as motocicletas apreendidas não possuíam licença CBM.

Por fim, a entidade esclarece que está há 10 anos trabalhando pela isenção de impostos para a importação de motocicletas de competição, o que tornará o esporte um pouco mais acessível. Por diversas vezes, representantes da CBM estiveram reunidos em Brasília em busca da isenção. A Lei foi sancionada e esse é um sonho que está próximo da realidade.

Separador_motos