Nota de esclarecimento da Liga Nacional de Motociclismo

O presidente da Liga Nacional de Motociclismo, Lincoln Miranda Duarte, divulgou a seguinte nota de esclarecimento:

“Referente à divulgação de uma carta assinada pelo presidente da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), senhor Vito Ippolito, e distribuída à imprensa pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), esclareço o seguinte:

– A Liga Nacional de Motociclismo foi criada oficialmente em fevereiro de 2010 e visa regulamentar as regras de suas competições no Brasil, além de criar projetos educacionais e de segurança no trânsito.

– A Liga Nacional de Motociclismo é uma entidade legalmente constituída e amparada pela legislação Brasileira, o que garante o formato de sua atuação.

– Em momento algum a Liga Nacional de Motociclismo solicitou qualquer tipo de filiação à FIM (Federação Internacional de Motociclismo).

– Quanto à FIM reconhecer somente as competições da CBM, é preciso deixar claro que a LNM não está realizando evento algum em conjunto com a FIM e por isso não precisa de sua anuência ou autorização para os mesmos.

– Embora não possa admitir, a própria FIM sabe que o surgimento de entidades como a LNM e de empresas privadas é um caminho sem volta para a realização de competições e para o desenvolvimento consistente de um motociclismo de alto nível.

A própria Federação Internacional realiza os maiores campeonatos do mundo em parceria com promotores profissionais e empresas. Apenas para citar alguns exemplos, temos a Dhorna, responsável pelo MotoGP; a Youth Stream, realizadora do Campeonato Mundial de Motocross, Mundial de Supermoto, Motocross das Nações e o Supermoto das Nações;a Feld Motor Sport,responsável pelo Mundial de Supercross, e IFMFX no Free Style. Inclusive cabe ressaltar que aqui mesmo no Brasil os eventos mundiais são realizados por contratos diretos com os promotores e não com a CBM.

A presença de empresas desse gabarito garante transparência e é sinônimo de eventos de qualidade para os pilotos, público, imprensa e com amplo retorno dos investimentos dos patrocinadores através de divulgação na mídia, principalmente com a exibição na televisão – uma das principais diferenças dos eventos supervisionados pela Liga Nacional de Motociclismo.

Atenciosamente

Lincoln Miranda Duarte
Presidente da Liga Nacional de Motociclismo”