Foto: Honda Divulgação

Novas Hondas

Foto: Honda Divulgação

Foto: Honda Divulgação

Olá a todos do motonline. Desde o dia 20 de maio começaram a publicar algumas informações so bre as substitutas da Twister e Tornado. Informações interessantes podem ser encontradas no site: sobremotos.solupress.com, que além de informações recentes, contém algumas fotos (bem mais nítidas)tiradas de dentro da fábrica da Honda. A nova CBX 300 é sem dúvida muito bonita. Porém, há um fator que vai decepcionar muitos que ainda aguardam tanto pelo lançamento desta moto – o aumento de potência é quase mínimo. Seriam apenas 2 cavalos a mais de potência, e em termos de torque nem adianta esperar muito. Problema maior pode ser a XRE 300, que tem o mesmo motor, e esteticamente, a moto ficou esquisita na opinião de muitos. Outro problema vai ser a expectativa de uma CBX 300 (e XRE 300) na versão mix. Talvez seja mais prudente esperar um pouco em vez de sair comprando de imediato qualquer uma destas 2 motos, na minha opinião. Gostaria de saber como vocês encaram o fato destas motos virem com 50cc a mais e um ganho de apenas 2 cavalos de potência. Vocês também acreditam que este mínimo aumento de potência vai gerar grande decepção? Wilson, 31, S. J. dos Campos, SP.

R: Acredito que a expectativa será meio frustrada sim, mas o aumento de torque é significativo, facilita em muito a pilotagem. A causa disso é que o aumento de potência fica comprometido pelo controle de emissões. Não dá para ganhar sempre, há um compromisso do aumento de cilindrada para manter o desempenho em termos de potência, mas em relação ao torque, este melhorou bastante. Vai facilitar muito o uso no trânsito, tanto que a sexta marcha nem faz falta. Renan, 22, Americana, SP.

Foto: Honda Divulgação

Foto: Honda Divulgação

Boa tarde Bitenca! Primeiramente parabens pela ótima coluna, que eu sempre aguardo com anciedade uma nova publicação, ja aprendi muito com elas. Sou o Renan de Americana/SP, venho expor meu ponto de vista sobre o mercado atual das motos de pequena/media cc. Mas com o foco na maior parte da população, ou seja, quem não pode pagar uma 4 cilindros. Nosso mercado de 125/150 esta com certeza bem abastecido, opções não faltam, temos até motos bi-combustivel. Agora, quando começados a sair desta faixa de cc começemos a ter poucas opções, até ano passado as opções seriam: A Twister(tenho uma) e a Yamaha Fazer como streets, as suas irmãs Tornado e Lander e algumas Customs chinesas(detalhe que as japonesas não fabricam mais customs 250, nem a Suzuki(J Todelo) trás uma pragente… uma pena, diga-se de passagem) como a VBlade, FYM(233cc), Amazonas entre outras.Agora a Honda já deixou escapar(de proposito ou não) as fotos da “CB 300″ e da “XR 300″, a Fazer nem sinal, nem especulação. Subindo um pouco de cilindrada temos as “extintas”(fora de linha)Falcon 400cc e GS 500, ambas exelentes motos, a Falcon com “modestos” 30 e poucos cv(até pq potência não é seu foco) e a boa, velha e imponente GS500. Pensando a grosso modo a faixa de preço seria: 5-7mil(125/150), 11-13mil(250/300) e por ultimo uma GS que esta em estoque(19mil), se pensarmos em moto 0km então as mais proximas seriam as Yamahas(XT, MT e a já extinta Drag Star 650) que estão beirando os 25-26mil. Eu não posso ser a unica pessoa no mundo que fica revoltada com o penhasco que temos entre as faixas de cilindrada. É muito querer uma moto nova que tenha mais de 30cavalos? Que por sinal tem sua representante a Comet 250(uma bela bilindrica).Pensando em usadas as opções ficam em Gs, Cb e algumas mais antigas como as CBs 400 e 450). Será que as montadoras pensam que nós compramos nossas pequenas e queremos envelhecer em cima delas? Mudando de 250 em 250(ou 300) até nosso fim? Nem mesmo as chinesas nos dão muita opção para subir de cilindrada. Será que um dia teremos opções a um valor justo? Será que um dia as customs pequenas voltarão as nossas ruas?(claro que as 125/150 tem a Intruder e a Kansas, me refiro as 250). Eu já não tenho mais esperanças, até pq todo mundo ja ouviu aqueles boatos de “Twister 400″, entre outros semelhantes. Quem viver verá. Um abraço. Renan, 22, Americana, SP.

R: Pois é Renan, acho que ainda vem novos lançamentos das montadoras, pelos motivos que você aponta. Não somos os únicos a ter essa sensibilidade do mercado. As fábricas contam com muitas outras informações que para nós são só conjecturas. É a ciência do Marketing. Muitas pesquisas são feitas para decidirem sobre um lançamento de uma motocicleta. Certamente as condições da economia e a nova legislação a respeito das emissões fazem a diferença sobre o passado recente. Mas as novas 300cc da Honda estão ai. Siga o link. http://www.motonline.com.br/testride/honda-CB300R-XRE300-01jun09.html Abraços.