Novas Yamaha, Farol quente, MZ relíquia, Fusível fraco, XLX mole, Escape pesado, nova Twister

Novas Yamaha, Farol quente, MZ relíquia, Fusível fraco, XLX mole, Escape pesado, nova Twister

Novas Yamaha, Farol quente, MZ relíquia, Fusível fraco, XLX mole, Escape pesado, nova Twister

Li a matéria de Motonline sobre as novas 125 da yamaha e reparei que a potência dos motores caiu de 12,5 cv a 7500 rpm para 10,9 cv a 7500 rpm e que o torque caiu de 1,19 kgf.m a 6500 rpm para 1,11 kgf.m a 6000 rpm.Os dados sobre os novos modelos estão corretos ou as mudanças para atender ao Promot 3 acabaram reduzinho Potência e torque dos motores 125 da Yamaha? Se aconteceu isto, a velocidade final deve ter ficado bem mais baixa. Sérgio Sadam 51), Tanguá, RJ
– Sérgio, suas observações são pertinentes, o motivo dessa redução deve ser mesmo as modificações para atingir a meta de emissões para o ano que vem. Isso deve acontecer com outros modelos de outras marcas também.

Estou tendo problemas com o farol da minha moto, que tem uma lampada 35/35W. A lampada original de fábrica, tem um pequeno filete metálico parecido com uma concha e forma igual a da Biz, inclusive o soquete. Coloquei uma lampada de Biz Osram 35/35W porque achei que a lampada original era fraca, e com isso houve derretimento da fiação e do punho do farol. Como posso resolver esse problema, já que a fabrica alega que só podem ser lampadas fornecidas por eles? Obrigado! Sérgio (40), SãoPaulo, SP
– Sergio, de fato, se a lâmpada tem a mesma potência que a original não haveria motivo para derreter os fios, verifique todos os contatos do circuíto e troque os fios avariados, peça isso para um bom eletricista de sua confiança.

Gostaria de parabenizar o site pelas informações que vc transmitem ao publico amantes ou não de motocicletas .Eu comprei uma moto MZ 250 com baixa kilometragem que estava a 10 ano parada vi essa moto poucas vezes achei diferente das motos que tinha visto até então. Procurei informações sobre a moto mas encontrei pouca coisa a seu respeito. Por esse motivo gostaria que vc falasem alguma coisa a respeito dessa moto. Sebastiao Rodrigues(45), Catanduva, SP
– Sebastião, a MZ era uma marca Alemã. A fábrica inicialmente fundada em Zschopau, Alemanha iniciou a produção de bicicletas em 1907, em 1919 produziu pequenos motores 2t, com a marca DKW Dampf Kraft Wagen, (veículo a vapor) que recebem o apelido carinhoso de “Des Knaben Wunsch” ou “a pequena maravilha”, em 1945 a fábrica foi confiscada pelos russos por causa da guerra e só em 1956 após vários desmembramentos do grupo original foi batizada com o nome Motorradwerk Zschopau (MZ) Nos seus melhores dias chegou a ter 3200 funcionários e produziu mais de 2 milhões de motos exportadas para mais de 100 países, inclusive o Brasil. Após a queda do muro de Berlin em 1989 ela renasce como empresa privada sob a sigla MuZ (Motorrad und Zweiradwerk). Essa moto sua foi importada nos anos 80 e é muito robusta mas com pouca performance esportiva por ter sido produzida no bloco comunista. Hoje a marca MuZ é bem conceituada no mercado capitalista, mantém as qualidades de robustez mas já compartilha do design contemporâneo. É exportada inclusive para os EUA. Observe as características históricas da sua moto, conserve-a bem e guarde com carinho, é uma raridade.

Olá…sou novo aqui e ñ vi um tópico sobre o meu problema, logo gostaria de uma ajuda, tenho uma suzuki intruder 125 2008, e a mesma está c/560 kl e está queimando o fúsivel c/ uma certa frequência me deixando literalmente na mão…outro detalhe …c/ o afogador aberto a mesma oscila a rotação lá em cima…sem q eu toque no manete…oq poderia estar aocntecendo?..desde já agradeço…John Heryshon(34), Curitiba, PR
– John, há grande a chance de o tipo do fusível que está usando estar errado, amperagem muito baixa. Se não for isso vai ser difícil o diagnóstico sem levar numa oficina. Sua moto é nova e se estiver na garantia não demore em mandar verificar, pois pode ter um curto circuíto intermitente que pode ser difícil achar. Nas motos mais usadas costuma quebrar a isolação dos fios que se dobram com a direção, mas não deve ser esse o seu caso, a moto é nova. Quanto ao afogador, após o motor se aquecer um pouco a aceleração sobe, isso é normal e indica que pode-se ir desativando o afogador até que a lenta se estabilize. Boa sorte e não se esqueça ande equipado, a razão perde valor com a lesão!

Caro Bitenca lendo seu comentário a respeito doa ajuste da suspensão da Falcon, gostaria de solicitar de ti um auxílio semelhante ao ajuste de uma XLX 350R (1990). Primeiramente acho-a mto mole e como ela tem calibragem a ar gostaria de saber como efetuar tal calibragem na dianteira. Segundo na traseira acho q jé enrijeci o máx na précarga da mola, será q terei de trocar a mesma, para q ela fique mais firme? e finalmente, minha esposa q anda atualmente numa Yes pretende andar no futuro na Xzelona, como fazer o sentido inverso? para abaixar a frente e traseira? Caso me forneça a orientação da pressão de ar da dianteira já será mais q suficiente. Obrigado e desculpe-me pela msg longa. Sorte a todos! Lincoln(46), Belo Horizonte MG
– Lincoln, a XLX é a predecessora da Falcon, essa técnica de ajuste da suspensão dianteira pode ser aplicada na XLX tranquilamente. De fato, uso esse método para ajustar o volume de ar aprisionado dentro do sistema para atuar como um auxílio à mola espiral que alia a vantagem de oferecer progressividade e evitar bater no fundo do curso. Aplica-se a todo tipo de suspensão classe Ceriani (sem encapsulamento). Consiste em ajustar o nível do óleo proporcionalmente ao curso da suspensão x diâmetro interno dos tubos. Quanto a pressão do ar, limita-se a esvaziar sempre o ar acumulado sem peso na moto, não utilize pressão alguma. Quanto à traseira, se já chegou ao fim da pré carga e ainda está mole deve haver algo errado com a parte hidráulica e você deve estar confundindo a falta da atuação hidráulica com mola macia. Verifique isso acelerando em uma subida com um pouco de buracos tipo lavadeira. Se perder muito a tração e a roda flutuar sobre os buracos, é a ação hidráulica que se acabou. Se confirmar troque o amortecedor. O sentido inverso para sua esposa seria abaixar o nível para perto de 200mm mais ainda, deslizar as bengalas um pouco nos grampos das mesas na frente e atrás aliviar a pré-carga. Verifique o conjunto medindo o “sag” com o peso dela, na frente e atrás.

Olá amigos do motonline! Gostaria de saber se vocês tem novidades sobre a Twister 2009? Tem se lido muitas coisas a respeito na internet, até surgiu a tal foto, mas nada ainda concreto. Vocês tem alguma novidade?? Um grande abraço!!! Christiano Santos(29), Palhoça, SC
– Christiano, até o momento não temos de concreto mesmo nenhuma novidade. abraços,