Novidades per tutti

Novidades per tutti

Novidades per tutti

A maior feira de motos do mundo, o SalÆo de MilÆo foi palco de novidades para todos os gostos: de motos futuristas a pequenos scooters

Em MilÆo, assim como em toda a It lia, scooters e motos de diversas cilindradas povoam as ruas. O italiano ‚ um povo apaixonado por motocicletas. Durante o per¡odo do SalÆo Internacional de Motocicletas essa paixÆo entÆo fica a flor da pele. Tanto que a 65¦ edi‡Æo do EICMA (Esposizione Internazionale del Ciclo e Motociclo), que come‡ou no dia 6 de novembro e termina no domingo, 11 de novembro, consagrou o evento como o maior do mundo. Em uma  rea de 400.000 mý, cerca de 2.000 marcas de 45 diferentes pa¡ses mostraram suas novidades para um p£blico de mais de meio milhÆo de pessoas – foi esse o n£mero de visitantes da edi‡Æo de 2006 do evento que a organiza‡Æo espera ser superado neste ano.

Aproveitando esse p£blico apaixonado por motos, as f bricas nÆo economizaram nos lan‡amentos. A Ducati, em casa e feliz da vida com a conquista do t¡tulo mundial de MotoGP, mostrou trˆs novos modelos: a superesportiva 848, que vai substituir o motor e o design ultrapassado da 749; a superesportiva 1098 R, que vai disputar o Campeonato Mundial de Superbike no pr¢ximo ano; e a nova Monster, a naked que ‚ um dos modelos mais vendidos da marca. Ali s, a Monster ganhou um desenho mais atual, com um farol excˆntrico e subquadro em alum¡nio. Recebeu tamb‚m um motor maior, agora de 696 cc e 80 cv – antes eram 695 cc e 73 cv. Foi, sem d£vida, uma das vedetes do SalÆo.

Novidades per tuttiOutra marca italiana que fez sucesso foi a Aprilia. Mostrou a Dorsoduro, uma enorme e bela supermotard com motor de 750 cc. Apresentou tamb‚m uma moto-conceito inovadora. Trata-se da FV2, que usa um in‚dito motor V2 de 1.200 cc, e tem quadro em fibra de carbono. Al‚m de uma suspensÆo dianteira sem garfo, usando o sistema de paralelogramo.

J  na Moto Guzzi, o destaque era para a Stelvio, a primeira big-trail da tradicional marca. Usa um novo motor de dois cilindros em “V”, posicionado transversalmente, de 1.200 cc e quatro v lvulas por cilindro.

Honda de olho no futuro
A Honda tamb‚m mereceu destaque no SalÆo de MilÆo. De olho no mercado italiano e no futuro, a montadora japonesa apresentou quatro novos modelos. Dois scooters: o Forza de 250 cc e o Lead de 100cc. Mas as grandes novidades ficaram por conta das motos. Primeiro a CB 1000R, uma naked que vai substituir a Hornet 900. Com visual arrasador, a CB 1000R usa o motor de quatro cilindros em linha da antiga CBR 1000RR FireBlade.

Mas o olho no futuro est  na DN-01, a primeira de uma gera‡Æo de novas motos, segundo a Honda. Mostrada como conceito no SalÆo de T¢quio de 2005, a DN-01 agora passa a ser produzida em s‚rie. O destaque dessa “sport-cruiser” ‚ seu cƒmbio autom tico seqencial. No manete esquerdo nÆo h  embreagem. Mas nÆo se engane, pois o moderno sistema de cƒmbio ‚ diferente dos usados nos scooter e promete aproveitar toda a for‡a do motor V2 de 700 cc.

Mais big-trails BMW
A alemÆ BMW escolheu a It lia para lan‡ar cinco novos modelos. NÆo … toa. A marca det‚m 24% do mercado italiano para motos acima de 750 cc. Para come‡ar renovou as R 1200GS e 1200GS Adventure que, al‚m de novo visual, ganharam o sistema de suspensÆo eletr“nica (ESA), j  usado na K 1200S. que ‚ vendida no Brasil.

No mesmo segmento de uso misto, veio a F 800GS. VersÆo da R 1200GS, mas com o motor de dois cilindros paralelos e 798 cmü. Outra que foi renovada foi a F 650GS. Ela deixou de usar o motor monocil¡ndrico e tamb‚m passou a usar o bicil¡ndrico paralelo de 798 cmü. Segundo a marca, a F 650GS tem suspensäes de curso menor e proposta menos aventureira. S¢ nÆo deu para entender porque manter o nome 650.
A £ltima novidade da f brica de Munique foi o lan‡amento da G 450X, que havia sido usada como prot¢tipo em algumas etapas do Campeonato Mundial de Enduro e agora vai ser vendida para competi‡Æo.

KTM on-road
Enquanto a BMW investiu no off-road, a austr¡aca KTM decidiu ir para o asfalto. A marca laranja finalmente lan‡ou a RC 8, como motor de 1190 cc em dois cilindros em V. A identidade KTM de dois far¢is sobrepostos ficou um pouco estranha na superesportiva. Mas o motor com cerca de 155 cv promete um bom desempenho. Outra estrela do estande da f brica austr¡aca foi a nova gera‡Æo da Duke 690.

Japonesas
Kawasaki, Suzuki e Yamaha nÆo reservaram nenhum lan‡amento mundial para o SalÆo de MilÆo. Entretanto, isso nÆo fez com que os estandes das marcas japonesas ficassem vazios. Na Kawasaki, todos queriam ver de perto a nova Ninja ZX-10R. Com linhas mais angulosas e escapamento curto no centro da moto atraiu os olhares dos italianos. Sem falar na naked Z-750, como novo motor e design.
Na Suzuki, a estrela eram mesmo as esportivas. Toda a fam¡lia GSX-R estava l : a nova 1000 com um escape de pista, a rec‚m-lan‡ada 750cc e a reformulada 600cc. Chamou a aten‡Æo tamb‚m a nova linha de scooters Sixteen, afinal esse tipo de ve¡culo ‚ a op‡Æo de transporte de muitos italianos.
No estande da Yamaha, a esportiva R6, lan‡ada em outubro em Paris, tamb‚m fez sucesso. Mas nÆo mais que a nova XT660Z T‚n‚r‚, a nova gera‡Æo da m¡tica trail. Equipada com o motor da XT 660R, ela traz outra cicl¡stica: al‚m de suspensäes maiores, disco de freio duplo na dianteira. Todos queriam subir na moto para ver sua ergonomia. Dif¡cil encontrar a nova T‚n‚r‚ “desocupada” no SalÆo de MilÆo. Outra atra‡Æo foi o visual novo do scooter T Max.

Scooters italianos
E como uma genu¡na feira italiana nÆo podia faltar scooters da “Vecchia Bota”. Um dos estandes mais bonitos e visitados era o da Piaggio, detentora das marcas Vespa e Gilera. Com a marca Piaggio, chegou a nova linha X 7, como motor de 150 e 200cc. J  a Gilera mostrou o scooter esportivo GP800. Al‚m de dezenas de outros que fazem a cabe‡a dos italianos, esse povo festeiro e apaixonado pelos ve¡culos de duas rodas. Sejam scooters 50 cc dois tempos, ou esportivas de quatro cilindros em linha.