O “bafafa” entre Everts e Pichon continua…

E est  longe de terminar.

O Tribunal Disciplinar Internacional (International Disciplinary Court – CDI), composto pelo presidente Alexander Gontard, Santiago Puig e Frantisek Schulmann, se reuniu no dia 18 de novembro de 2004 na sede da FIM em Mies – Su¡‡a, em uma audiˆncia p£blica, para julgar o pedido feito … CDI pelo J£ri Internacional do GP de Motocross da µfrica do Sul, realizado em Sun City no dia 26 de setembro desse ano, para impor san‡äes contra o piloto belga Stefan Everts e o francˆs Mickael Pichon, por terem atrasado a largada da primeira bateria da classe MX1, e contra Stefan Everts pela sua atitude durante a segunda bateria da classe MX1, quando al‚m de atirar seus ¢culos contra a cabe‡a de Pichon, retornou … pista com o intuito de tirar da pista o piloto francˆs. O CDI tomou as seguintes decisäes:

– No primeiro caso, Stefan Everts e Mickael Pichon foram multados em 10.000 francos su¡‡os cada.
– No segundo caso, as puni‡äes contra Stefan Everts sÆo a suspensÆo por um ano, podendo ser prorrogada para at‚ dois anos, e multa de 15.000 francos su¡‡os.

E ainda, os custos do processo serÆo pagos por Stefan Everts (75%) e Mickael Pichon (25%).

Uma apela‡Æo contra essa esta decisÆo, ainda poder  ser apresentada ao “TIA”, dentro de 5 dias, e ‚ claro que muita  gua ainda vai rolar.

A puni‡Æo ‚ dura, e pode at‚ antecipar o afastamento das pistas de um dos maiores pilotos do motociclismo off-road, mas, justamente por ser um dos maiores ¡dolos do esporte, sua atitude nÆo tem justificativa, e ‚ merecedora de puni‡Æo.