O décimo terceiro dia do Dakar 2004

Por questäes de seguran‡a, a organiza‡Æo do Paris-Dakar decidiu na sexta-feira 9/1 cancelar 2 etapas que seriam realizadas no s bado e no domingo nos trechos Nema (Mauritƒnia), Mopti (Mali) e Bobo Dioulasso (Burkina Fasso).

Segundo a organiza‡Æo, informa‡äes provenientes do governo da Fran‡a e do Mali, davam conta de que poss¡veis ataques contra a caravana do Dakar poderiam acontecer nesses trechos; mas elas nÆo eram precisas, e nÆo se sabia ao certo, se elas partiriam de grupos pol¡ticos radicais ou de bandidos comuns. Por isso optaram pelo cancelamento das etapas.

Competidores de carros e caminhäes, mais os ve¡culos de assistˆncia, seguiram em deslocamento de Nema direto para Bamako, no Mali, e nÆo mais para Mopti, como previa o roteiro inicial. As motos foram embarcadas nos aviäes da organiza‡Æo no s bado at‚ Bamako e depois seguiram rodando normalmente at‚ Bobo.

Com essa decisÆo, o rali teve trˆs dias sem competi‡äes, incluindo as duas etapas canceladas e mais o dia de descanso em Bobo Dioulasso, o que j  era esperado.

12a. etapa – 13/1 ter‡a-feira – BOBO-DIOULASSO (Burkina Faso) > BAMAKO (Mali)
Deslocamento 88km – Especial 213km – Deslocamento 365km – Total 666km

Os ve¡culos cruzaram um novo tipo de terreno, com curvas e vales. Uma especial digna do mundial de rali de velocidade! Os competidores acostumados com esse tipo de terreno, desfrutaram dessa especial que privilegiou a pilotagem. Uma especial que foi r pida, ali s, muito r pida para os ponteiros. Mas os competidores precisaram ser cuidadosos com as in£meras armadilhas encontradas nessa estrada que corta a floresta tropical de Banfora. No final do dia eles se maravilharam com a beleza da cidade de Bamako, capital do Mali.

Cyril Despres fez o melhor tempo na especial entre Bobo-Dioulasso e Bamako. Joan Roma, que chegou em terceiro na especial de hoje, continua liderando a prova entre as motos. O brasileiro Jean Azevedo fez o 15§ melhor tempo, 23min 11seg de diferen‡a para o l¡der do dia, e ocupa a 14a. coloca‡Æo na geral do rali, com 4h 13min 09 seg de diferen‡a para Roma.

Entre os carros, na linha de chegada da especial de 213km, Alphand foi o mais r pido do dia. Peterhansel foi o terceiro, com 5min40seg de diferen‡a, o suficiente para continuar liderando o rali com uma vantagem de 1h 04′ 43″ para Masuoka, seu companheiro de equipe e segundo colocado na geral. Os brasileiros Klever/Lourival fizeram um ¢timo nono tempo na especial de hoje e ocupam a excelente 9a. posi‡Æo na classifica‡Æo geral.

·s 11:41h, Andr‚ Azevedo foi o mais r pido ao passar pelo CP1 do km 59. Ele era seguido por Kabirov 37sec, De Rooy 1min23, e Tchaguine 1min39. Mas no final da especial, Firdaus Kabirov foi o mais r pido, e Andr‚ o 2§ colocado. Com esse resultado, Tchaguine continua liderando o rali entre os caminhäes, e ‚ seguido por Andr‚, que est  h  54’24” do l¡der.