Scooter, você ainda vai ter o seu

O exponencial crescimento das vendas de scooters no Brasil

Scooter, você ainda vai ter o seu

Scooter, você ainda vai ter o seu

Segundo dados divulgados pela Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares, no período de 2007 a 2012 as vendas de scooters no Brasil saltaram de 3.280 unidades para 29.566, representando um espetacular crescimento superior a 800%, evidenciando que essa categoria de veículos de duas rodas está caindo no gosto dos brasileiros. Como reflexo imediato dessas estatísticas, as montadoras estão ficando mais interessada nesse nicho de negócio e novos modelos, de diversas cilindradas, estão aparecendo gradativamente  nas concessionárias.

Caso o crescimento do número de scooters em circulação continue nesse ritmo acelerado, há grande chance de vermos cenas de grandes aglomerações deles nos semáforos, como nos países asiáticos e na Itália.

Nos países asiáticos os scooters são o meio de transporte das massas

Nos países asiáticos os scooters são o meio de transporte das massas

Em novembro de 2010 publicamos matéria com o título Scooter, você ainda vai ter um, quando ousamos prever que as muitas qualidades dos scooters acabariam por seduzir vários motociclistas brasileiros, que veriam nesse simpático veículo uma excelente opção de deslocamento pessoal para vários fins como lazer, ir e voltar do trabalho ou mesmo para uso profissional.

Pois aquelas previsões estão se concretizando, mas em uma velocidade muito superior à que imaginamos na época. Para comprovar o aumento do número de scooters circulando por nossas ruas e avenidas, basta parar em qualquer esquina movimentada e observar que a proporção deles em relação às motos já é bastante significativa.

Quando se analisa os scooters sob o aspecto prático, fica evidente que existem diferenças marcantes para as motocicletas. As principais estão expostas no quadro abaixo e podem ser úteis para nortear a decisão daqueles que estão decidindo a compra do seu próximo veículo de duas rodas:

Para facilitar ainda mais a escolha, veja abaixo os principais scooters à venda no Brasil:

Agora é só escolher o seu preferido e ser feliz.

Os preços citados acima foram obtidos na tabela FIPE ou nos sites dos fabricantes.

 



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.