Rossi reúne admiradores espalhados por todo o planeta

O mundo está torcendo por Rossi em seu retorno à Yamaha

O regresso de Valentino Rossi à Yamaha, em conjunto com os positivos resultados nos testes já feitos este ano, voltaram a acender a chama na legião de fãs do número 46. Muitos nunca deixaram de acreditar no nove vezes Campeão do Mundo.

Rossi reúne admiradores espalhados por todo o planeta

Rossi reúne admiradores espalhados por todo o planeta

Devido ao seu admirável histórico no meio esportivo, Rossi tem o apoio de celebridades das mais diversas áreas, desde atores de Hollywood a celebridades italianas,  várias instituições, escolas, amigos, patrocinadores e fãs.

A revista italiana Riders entrevistou algumas celebridades; veja o que disseram sobre Rossi:

“Ele é um ídolo para mim,” (Brad Pitt, que visitou o paddock do MotoGP pela última vez em Mugello em 2008)

“Daria tudo para ser ele. Tem velocidade e equilíbrio – arte pura. Vê-lo correr é como ler um poema. Ele é um gênio. O trabalho (de um piloto) requer disciplina e espírito selvagem. Tem o seu lado prático, mas ao mesmo tempo há algo nele intangível. Gosto muito daquilo que ele é, claramente um dos maestros italianos; primeiro pela forma como corre de moto, é claro, mas também pela forma como fala. Tem grande senso de humor e, mesmo quando está explicando algum problema que pode ter acontecido com a moto, o faz com um sorriso estampado no rosto. Um grande homem e um verdadeiro furacão. Só posso desejar uma volta triunfal dele às pistas…” (Oliviero Toscani, famoso fotógrafo italiano).

“Desde criança que sou um grande fã dele. Sempre o acompanhei com admiração. É um verdadeiro protagonista. Uma pessoa para ser admirada dentro e fora da pista. Creio que é por isso que eu, como tantos outros, o considero um herói da nossa geração” (Andrea Iannone, que este ano compete no MotoGP ao lado de Ben Spies na Pramac)

“Recordo os difíceis dias de Junho de 2010: o acidente dele em Mugello e a hospitalização em Florença, mas também me recordo da capacidade de regressar à competição tão depressa. Foi uma vitória por si só – e uma conseguida com um sorriso, um sorriso que todos queremos, o de ser capaz de sonhar com um futuro lindo.” (Matteo Renzi, Presidente da Câmara de Florença).

“Façam o que quiserem com o Valentino, mas há sempre diversão a seu lado. Dos tantos momentos que passamos juntos, o mais recente de que me recordo, é a grande alegria de voltar a correr com a Yamaha. No Rally de Monza (que Rossi venceu)… Não via aquele sorriso há dois anos. Agora ele voltou a encontrar a sua motivação e desejo de lutar – e está lá com uma possibilidade…” (Davide Brivio, conselheiro de Rossi e antigo Diretor Esportivo da Yamaha).