Foto: SP 330

Operação Verão registra queda de 5% no índice de acidentes nas estradas do Estado de São Paulo

Foto: SP 330

Foto: SP 330

Operação coordenada pela Secretaria estadual dos Transportes registra queda de 14,4% no índice de vítimas fatais no verão 2008/2009

O índice de acidentes nas estradas paulistas apresentou queda de 5% em relação ao verão anterior. A Operação Verão 2008/2009, coordenada pela Secretaria dos Transportes – DER, Dersa, Artesp – com apoio das concessionárias e da Polícia Rodoviária Estadual, foi realizada de 15 de dezembro a 1º de março. O índice de acidentes (IA) da última Operação Verão foi de 0,85, contra 0,9 da operação anterior. O índice de vítimas fatais, nos 22 mil km de estradas estaduais, registrou uma diminuição de 2,6, para 2,2, de uma operação para outra, uma queda de 14,4%. O índice de vítimas feridas diminuiu de 46,9 para 41,7, de um ano para o outro, uma queda de 11,1%.

O índice de acidentes (IA) é calculado levando-se em consideração, além dos dados quantitativos, a extensão das rodovias, o volume diário médio de veículos (VDM) nas estradas e o período analisado. Essa metodologia é necessária para que haja uma comparação tecnicamente correta, já que, entre outros fatores, a Operação Verão 2007/2008 foi realizada de 14 de dezembro de 2007 a 10 de fevereiro de 2008 e, a Operação 2008/2009, de 15 de dezembro a 1º de março, entre outros itens, portanto, com um acréscimo de 18 dias. Além disso, apenas nas rodovias que margeiam o litoral paulista houve um acréscimo do volume médio diário de veículos de 12%, passando de 114 mil veículos por dia para 127 mil.

Apesar do aumento do volume de carros, o índice de acidentes nessas estradas litorâneas também caiu de 3,1 na Operação anterior para 2,6 na que se encerrou no último final de semana, uma diminuição de 13,8%. O índice de vítimas fatais também foi menor, uma diminuição de 8,9, no verão passado, para 3,8 no último verão, uma queda de 57%.

O esquema intensivo envolveu principalmente as rodovias que dão acesso ao Litoral Norte e a Campos do Jordão – Índio Tibiriçá (SP 31), Rio-Santos (SP 55), Ayrton Senna-Carvalho Pinto (SP 70), Pedro Eroles (SP 88), Dom Paulo Rolim Loureiro (SP 98), Tamoios (SP 99), Floriano Rodrigues Pinheiro (SP 123), Oswaldo Cruz (SP 125), Caminho do Mar (SP 148), Via Anchieta (SP 150) e dos Imigrantes (SP 160) – monitoradas em conjunto com o Comando de Policiamento Rodoviário.

Reforço nos recursos operacionais e fiscalização mais rigorosa
O esforço mútuo do Departamento de Estradas de Rodagem – DER, Dersa Desenvolvimento Rodoviário, de treze concessionárias de estradas, que envolveu 2.200 profissionais, foi primordial para o sucesso da Operação, assim como o apoio de 4 mil homens do Policiamento Rodoviário, órgão especializado da Polícia Militar do Estado. Esses tiveram ainda o apoio de outros órgãos da Polícia Militar, incluindo as unidades de policiamento de área da região de São José dos Campos e de Santos, os Comandos de Policiamento da Capital e Metropolitano, o 1º Batalhão de Polícia de Choque (ROTA – Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), o 2º Batalhão de Polícia de Choque e o Grupamento de Radiopatrulha Aérea e batalhões que atuam nas cidades às margens das rodovias. Investimentos na ordem de R$ 2,8 bilhões em pavimentação e recuperação de estradas, feitos apenas em 2008, também ajudaram a consolidar esse resultado.

A Operação Verão deste ano duplicou os recursos operacionais em relação a 2008. Entre viaturas de inspeção, guinchos, ambulâncias, veículos de apoio e motos para socorro, a estrutura somou 700 unidades. Campanhas educativas de trânsito com mensagens em 31 painéis e distribuição de materiais educativos ao longo das rodovias também ajudaram a conscientizar os motoristas para as questões da segurança dos usuários. O sistema de informação e de ajuda aos motoristas, através dos telefones 0800, também contribuiu para umas férias mais seguras, com uma média de 13.527 atendimentos por dia.

Em relação à fiscalização por parte dos policiais militares rodoviários nas estradas paulistas, houve intensificação no controle rígido de alcoolemia, de velocidade e na fiscalização de motocicletas, além de outros enfoques abrangidos durante a abordagem de veículos e motoristas. Foram lavradas 187.619 autuações por infrações de trânsito diversas em todo o Estado, sendo apreendidos 10.013 veículos, 3.435 carteiras de habilitação e 31.209 documentos de veículos por irregularidades. Quanto às questões de controle de alcoolemia, foram registrados 644 casos de embriaguez. Já no aspecto da prevenção e repressão criminal, foram apreendidos, também nas estradas paulistas, 64 kg de cocaína, 1033 kg de maconha e 46 kg de outras drogas como LSD e êxtase. Foram também apreendidas 74 armas ilegais.