Os Números de MotoGP para o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos

Os Números de MotoGP para o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos

Os Números de MotoGP para o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos

O desporto norte-americano é reconhecido pela importância que dá as estatísticas e os Números de MotoGP para este fim-de-semana têm como objectivo satisfazer a sede por este tipo de informações.

99 – O nono lugar de Shinya Nakano na Alemanha foi a 99ª vez que somou pontos na categoria dos Grandes Prémios. Um resultado nos 15 primeiros em Laguna Seca fará com que se torne no 13º piloto em 60 anos de história de Grandes Prémios a atingir a marca de 100 resultados nos pontos na categoria rainha. Os outros pilotos que conseguiram este feito são: Barros, Checa, Capirossi, Rossi, Doohan, Roberts Jr., Abe, Gibernau, Criville, Lawson, Mamola e Biaggi.

34 – Depois do GP da Alemanha são já 34 corridas de MotoGP sem um vencedor dos Estados Unidos; Nicky Hayden foi o último a vencer, em Laguna Seca há dois anos.

20 – Depois das dez primeiras corridas do ano os três primeiros classificados do MotoGP estão separados por 20 pontos. Esta é a margem mais curta nesta fase da época desde 1998, altura em que eram apenas 13 os pontos que separavam Max Biaggi, Alex Criville e Mick Doohan na frente da classificação ao cabo de dez provas.

16 – A vitória de Casey Stoner na Alemanha foi a 16ª por parte de pilotos australianos na era das quatro tempos de MotoGP, o mesmo número de triunfos averbado por pilotos espanhóis. Os italianos são os mais bem sucedidos neste período com 69 vitórias.

7 – Por sete vezes nas primeiras dez corridas do ano houve três construtores diferentes representados no pódio do MotoGP, incluindo as últimas cinco corridas.

5 – Laguna Seca é apenas uma das cinco pistas do actual calendário onde Valentino Rossi não largou da pole na categoria rainha. As outras são: Sachsenring, Motegi, Misano e Indianápolis (que é usada este ano pela primeira vez).

3 – Depois da vitória na Alemanha, Casey Stoner igualou o seu feito de 2007 de vencer três corridas consecutivas a partir da pole, além de ter assinado a volta mais rápida nas três provas. Se repetir este tipo de domínio em Laguna Seca tornar-se no primeiro piloto de Giacomo Agostini, há mais de 35 anos, a vencer quatro corridas seguidas a partir da pole e estabelecendo a volta mais rápida pelo caminho.

2 – Com Dani Pedrosa a cair e a ficar fora da corrida na Alemanha são apenas dois os pilotos neste momento que somaram pontos em todas as jornadas do MotoGP já disputadas: Valentino Rossi e Shinya Nakano.