Com a grelha do MotoGP™ a preparar-se para o último fim-de-semana de três consecutivos de corridas o motogp.com traz-lhe alguns números e factos antes do Grande Prémio de Itália TIM, em Mugello.

Os números de Mugello – MotoGP™

Com a grelha do MotoGP™ a preparar-se para o último fim-de-semana de três consecutivos de corridas o motogp.com traz-lhe alguns números e factos antes do Grande Prémio de Itália TIM, em Mugello.

Com a grelha do MotoGP™ a preparar-se para o último fim-de-semana de três consecutivos de corridas o motogp.com traz-lhe alguns números e factos antes do Grande Prémio de Itália TIM, em Mugello.

63 – A vitória de Dani Pedrosa na Alemanha foi a 63ª presença do espanhol no pódio na classe de MotoGP. Trata-se de apenas menos um pódio na categoria rainha que o tri-Campeão do Mundo de 500cc Wayne Rainey ao longo da sua carreira de GPs.
59 – Após o sexto lugar na Alemanha Zulfahmi Khairuddin somou até ao momento 59 pontos em 2012, o que é um recorde por parte de pilotos malaios numa só época de Grandes Prémios; Sharol Yuzi era o antigo detentor do recorde com 58 pontos nas 250cc em 2002.
28 – Ben Spies celebrou o 28º aniversário na quarta-feira antes do Grande Prémio de Itália e Yuki Takahashi festeja os 28 anos na quinta-feira.
22 – A queda de Casey Stoner na Alemanha fez com que não terminar uma corrida pela primeira vez desde o GP de Espanha do ano passado, altura desde a qual totalizou 22 presenças consecutivas entre os quatro primeiros.
20 – Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa qualificaram-se na pole por 20 vezes na classe de MotoGP, detendo em conjunto o recorde de maior número de poles na categoria rainha por parte de um piloto espanhol.
16 – Pelo menos um italiano terminou no pódio na categoria rainha em Mugello nos últimos 16 anos. A última vez que a categoria rainha não contou com um italiano no pódio em Mugello foi em 1995.
16 – A vitória de Dani Pedrosa em Sachsenring foi a sua 16ª na classe de MotoGP. Trata-se de mais uma vitória que o compatriota espanhol Alex Crivillé na categoria rainha. Jorge Lorenzo, com 21 vitórias de MotoGP, é o único espanhol com mais vitórias em GPs da categoria rainha que Pedrosa.
14,996 segundos – A margem da vitória de Dani Pedrosa no GP da Alemanha foi a segunda maior na era das 4 tempos de MotoGP em condições e piso seco. A única corrida com margem maior foi o GP da República Checa de 2008, em Brno, quando Valentino Rossi venceu com uma vantagem de 15,004s sobre Toni Elías.
5 – Cinco pilotos da classe de MotoGP somaram pontos em cada uma das oito corridas já disputadas: Dani Pedrosa, Cal Crutchlow, Valentino Rossi, Nicky Hayden e Hector Barberá.
3 – Andrea Dovizioso terminou no pódio na Alemanha pela terceira vez em 2012. O último piloto de uma formação satélite a somar três pódios numa época foi Marco Melandri em 2007.