Com o pelotão do MotoGP™ a caminho do histórico e popular traçado de Assen trazemos-lhe todos os factos e números sobre a próxima corrida.

Os números do Iveco TT Assen

Com o pelotão do MotoGP™ a caminho do histórico e popular traçado de Assen trazemos-lhe todos os factos e números sobre a próxima corrida.

Com o pelotão do MotoGP™ a caminho do histórico e popular traçado de Assen trazemos-lhe todos os factos e números sobre a próxima corrida.

140 pontos– O actual total de 140 pontos de Jorge Lorenzo ao cabo das primeiras seis corridas do ano é exactamente o mesmo número de pontos que tinha por esta altura em 2010, temporada em que venceu o Campeonato do Mundo de MotoGP.

100– Esteve ‘Tito’ Rabat vai alinhar no 100º GP no Dutch TT. Ele estreou-se nos Grandes Prémios como wild card na corrida de 125cc no último GP de 2005 em Valência. Ele competiu a tempo inteiro na classe de 125cc durante cinco anos, de 2006 a 2010, fazendo 76 partidas. No GP de Inglaterra fez a 23ª partida na classe de Moto2 desde o início de 2011.

38 anos– No dia da qualificação para o Dutch TT passam exactamente 38 anos sobre a estreia de Kenny Roberts em Grandes Prémios na classe de 250cc no Dutch TT de 1974; ele qualificou-se na pole e terminou a corrida em terceiro.

21– A vitória de Jorge Lorenzo no Grande Prémio de Inglaterra foi a sua 21ª na classe de MotoGP. Ele conta apenas com menos um triunfo na categoria rainha que o quatro vezes Campeão do Mundo de 500cc Geoff Duke, que o tri-Campeão do Mundo Kenny Roberts e que John Surtees, que averbou quatro ceptros de 500cc.

21– O segundo lugar de Casey Stoner em Silverstone foi a 21ª vez consecutiva que terminou nos quatro primeiros. Desde o início do Campeonato do Mundo em 1949 apenas três pilotos lograram sequência mais longa de resultados nos quatro primeiros na categoria rainha: Valentino Rossi, com 28, Jorge Lorenzo, com 25, e Giacomo Agostini, com 22.

17– No Grande Prémio de Inglaterra o pódio da classe de MotoGP foi composto pelos três primeiros do Campeonato, Lorenzo, Stoner e Pedrosa. Esta foi a quarta vez que tal aconteceu este ano e a 17ª vez que estes três pilotos estiveram juntos no pódio da categoria rainha – mais que qualquer outro trio de pilotos.

14– No Grande Prémio de Inglaterra as vitórias nas três corridas ficaram a cargo de pilotos espanhóis. Esta foi a 14ª vez que Espanha triunfou nas três classes num Grande Prémio. Espanha está agora em igualdade de circunstâncias nesta matéria com Itália, sendo estas as duas nações com mais conjuntos de vitórias deste género.

14– Cal Crutchlow terminou o GP de Inglaterra em sexto depois de partir de 20º da grelha. A última vez que um piloto recuperou tantas posições foi Sylvain Guintoli, no GP do Japão de 2007, quando partiu de 18º da grelha para terminar em quarto.

11 anos– No dia da corrida passam 11 anos sobre a vitória de Jeremy McWilliams na corrida de 250cc do Dutch TT de 2011 – a última vitória na classe de 250cc por parte de um piloto britânico.

3– Jorge Lorenzo venceu as últimas três corridas da categoria rainha. Se vencer no Dutch TT será a primeira vez na sua carreira de GPs que conquista quatro triunfos consecutivos. Seria também a primeira vez que um piloto soma quatro ou mais vitórias de MotoGP consecutivas desde que Valentino Rossi triunfou em cinco corridas seguidas em 2008.