Oscar Júnior e Rômulo Cirne no Cerapió 2004

A chuva foi o grande vilÆo de m quinas e competidores na 17¦ edi‡Æo do Cerapi¢, o maior rali de regularidade do Brasil, que terminar  na tarde deste s bado, em Teresina/PI.

Mais de 300 competidores de v rias regiäes do Pa¡s aguardam com expectativa a divulga‡Æo do resultado final da prova, na tarde do domingo. Os potiguares, apesar dos muitos problemas mecƒnicos, estÆo bem colocados e brigam pelo t¡tulo nas categorias Especial, Graduados e Motos Master.

A equipe Televox/AR Loca‡Æo de Geradores, formada pelo piloto Oscar J£nior e pelo navegador R“mulo Cirne, est  em primeiro lugar na categoria Graduados. “Andamos bem no segundo dia, mas nÆo h  favoritos, pois como est  chovendo muito, o £ltimo dia ‚ uma loteria, qualquer um pode sair como campeÆo geral”, comentou o navegador R“mulo Cirne.

Na Especial, a equipe Nutriday/Buongustaio, com Jefferson Barbalho e Henrique Oliveira, est  em quarto com grandes chances de levar o caneco de campeÆo. Carlos Alberto e Michel P¡polo estÆo em quinto. J  Paulinho Rocha e Fl vio Fran‡a, da equipe Top Car/Governo do RN, tiveram muitos problemas mecƒnicos e figuram na 12¦ posi‡Æo.

Na Estreantes, Dorian de Souza e Daniel Brasil, da equipe Riograndense/Sundown, estÆo em 12§ lugar. “Esta ‚ a primeira vez que corremos juntos e ainda temos muito o que evoluir no rally. Tenho certeza de que este ‚ apenas o in¡cio de uma careira vitoriosa”, disse o navegador Daniel Brasil.

Entre as motos, S‚rgio Vieira- Governo do RN/Aero Football Center/Washington Motos e George Cirne (Cirne Motos Honda) estÆo em oitavo lugar na Master e na Sˆnior, respectivamente. “Agora ‚ tudo ou nada. Vamos aguardar o resultado final e ver no que d “. George se recuperou do resultado do dia anterior e est  confiante para o resultado final e para o restante do ano. “Estou voltando …s competi‡äes e ainda nÆo estou no melhor ritmo de prova, mas esse ‚ apenas o come‡o”.

Para o diretor da prova de moto, Rui Nunes, ‚ surpreendente a qualidade t‚cnica dos pilotos que participam do Cerapi¢, principalmente na categoria Master. “Para se ter uma id‚ia, em oito horas de prova o vencedor da categoria Master s¢ perdeu seis pontos, isso ‚ um n¡vel bastante elevado”, disse Rui sobre o primeiro dia de Cerapi¢.

O £ltimo trecho do Cerapi¢ foi entre Parna¡ba e Teresina, o mais longo de todos os dias – 480 Km, e tinha muita lama, piso dif¡cil para as provas de regularidade, agravado ainda mais pelas chuvas que castigam o Piau¡ desde a noite de quinta. A largada do Cerapi¢ aconteceu na ter‡a-feira, em Fortaleza, de onde os competidores partiram em dire‡Æo …s trilhas em praias, dunas, serras e sertÆo. A prova passou pelos estados do Cear , Piau¡ e MaranhÆo, num misto de hist¢ria, cultura, modos de vida e, claro, muita adrenalina.