Foto: Divulga‡Æo

Pedágios ficaram 26% mais caros a partir de 1º de julho

Foto: Divulga‡Æo

Foto: Divulga‡Æo

O motorista que trafega pelas estradas do Estado de SÆo Paulo passou a desembolsar at‚ 26,31% a mais nos pre‡os dos ped gios a partir de 1§ de julho.

O ped gio mais caro do Estado, o do complexo Anchieta-Imigrantes no sentido SÆo Paulo-Litoral, subiu de 14,60 para 15,40, uma alta de 5,5%.

No ped gio de SÆo Roque, na Rodovia Raposo Tavares, que passou dos R$ 3,80 para R$ 4,80.

A Artesp, agˆncia que administra as rodovias pedagiadas, havia divulgado que o aumento seria de 4,39%, mas com poss¡veis varia‡äes em fun‡Æo de uma f¢rmula para os reajustes.

Outro exemplo: quem trafegar pela Rodovia Ermˆnio de Oliveira Penteado, na regiÆo de Indaiatuba j  paga 16,92% a mais do que o valor cobrado anteriormente (o ped gio passou de R$ 6,50 para R$ 7,60).

Por conta disso, o motorista vai sentir um impacto real no seu bolso maior do que o do ¡ndice oficial.

O ideal seria que o Instituto Brasileiro de Defesa de do Consumidor (Idec) avaliasse esse real aumento e saisse em defesa da popula‡Æo que tem que engolir mais esse aumento abusivo e pagar sem choro nem vela.