Cresce a expectativa dos pilotos brasileiros pelo Mundial de MX

Pedra Bonita está pronta para receber o Brasileiro de Motocross

Pedra Bonita, cidade que fica na zona da mata de Minas Gerais, recebe nos dias 31 de maio e 1º de junho e 2ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. A cidade que fica a 250 km da capital Belo Horizonte, conta com uma área de 196 km quadrados e atualmente com uma população de 6500 habitantes. As disputas serão no Centro de Treinamento Motoclube do Brigadeiro, a quatro quilômetros da cidade.

Caravana do Brasileiro de Motocross ruma para Pedra Bonita (MG)

Caravana do Brasileiro de Motocross ruma para Pedra Bonita (MG)

O Estado volta a receber uma etapa do nacional após sete anos, e a cidade está preparada para recepcionar público e participantes. “É uma cidade pequena, mas bem aconchegante. Estamos com tudo pronto por aqui para receber os amantes do motociclismo. Os pilotos, equipes, e público em geral podem ainda ficar despreocupados quanto à alimentação, já que no Motoclube do Brigadeiro será montada uma praça de alimentação. Teremos a boa comida mineira”, explica uma das organizadoras da Etapa, Katya Gomes Coelho Vitor.

A cidade fica na região do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, onde durante o dia tem feito sol e a temperatura está amena, porém à noite os termômetros variam de 7 a 12 graus. “Para quem for ficar no Motoclube, orientamos que tragam cobertores, pois está bem gelado”, aponta Katya. Outra orientação é quanto à operadora de celular. No município só funciona a operadora Claro, nas cidades ao redor funcionam outras.

A organizadora alerta: “O melhor trajeto para se chegar a Pedra Bonita é seguir pela BR-262. Temos aeroporto em Belo Horizonte e Juiz de Fora, a distância para cá é praticamente a mesma, cerca de 250 km. Há um aeroporto na cidade de Santo Amaro, que fica a 47 km, mas é particular”A expectativa é de que um grande público marque presença na volta do campeonato nacional a Minas Gerais. “O Motocross é uma paixão no Estado. Tivemos alguns grandes ídolos que cativou muita gente”, afirma o organizador da etapa, Genserico Vitor.

As categorias em disputa nesta etapa serão: MX1 (motos até 450cc, pilotos de 17 a 55 anos), MX2 (motos até 250cc, pilotos de 14 a 23 anos), MX3 (motos até 450cc, pilotos homens com idade a partir de 35 anos e mulheres a partir de 17 anos) e Junior (motos até 150cc, pilotos homens de 11 a 15 anos e mulheres até 17 anos). A ESPN transmitiráao vivo a 2ª bateria da categoria MX1, às 14h (horário de Brasília), pelos canais ESPN +; Sky  – 29-1 ou 229; Net – 560; Claro – 545; Oi – 611; Vivo – 345 e GVT – 48

As inscrições estão abertas e devem ser feitas através do site da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo.

Programação:

Sábado
09h00 às 11H10 – treinos livres
13h00 às 15h10 – treinos cronometrados
16h00 – corrida: MX3

Domingo
09h00 às 09h55 – Warm Up
10h30 – corrida JR –  20 min + 2 voltas
11h20 – Abertura oficial
12h00 – 1ª bateria MX1 – 30 MIN. + 2 voltas
13h00 – 1ª bateria MX2 – 30 MIN. + 2 voltas
14h00 – 2ª bateria MX1 – 30 MIN. + 2 voltas
15h00 – 2ª bateria MX2 – 30 MIN. + 2 voltas

A primeira etapa da competição foi realizada nos dias 12 e 13 de abril, em Três Lagoas-MS. Na MX1, quem saiu à frente foi o piloto Carlos Campano; na MX2 o campeão foi Hector Assunção; na MX3 o mais rápido foi Davis Guimarães; na Junior quem levou a melhor foi Enzo Lopes; Matheus Favero venceu na 65cc e Diogo Moreira a 50cc.

Confira como foi a primeira etapa do Brasileiro de Motocross:  clique aqui