Perigo no carro: Idec cobra medida da Volkswagen

Instituto enviou notifica‡Æo … montadora questionando sobre as providˆncias para impedir mais acidentes

Diante das not¡cias que revelaram o perigo de um dispositivo do banco do ve¡culo Volkswagen Fox, causa de diversos acidentes registrados no pa¡s, o Idec enviou ontem, 7/02, carta … montadora cobrando medidas concretas que garantam a seguran‡a dos consumidores.

Segundo informa‡äes, usu rios sofreram ferimentos graves nas mÆos, em alguns casos tiveram os dedos decepados, ao encaixar o dedo na argola que sustenta a al‡a usada para movimentar o banco traseiro do ve¡culo.

A notifica‡Æo encaminhada pelo Idec pede esclarecimentos sobre o funcionamento do dispositivo e sobre os riscos que ele oferece. Al‚m disso, o Instituto questiona quais serÆo os procedimentos adotados para evitar novos acidentes e para solucionar o problema nos ve¡culos j  fabricados.

O Idec tamb‚m questiona a postura da Volkswagen, que em comunicado … imprensa, nega a necessidade de recall, oferecendo a “todos os clientes que ainda tenham d£vidas a instala‡Æo gratuita de uma pe‡a adicional que evita eventuais erros na opera‡Æo de rebatimento do banco traseiro do Fox”. Ou seja, confere responsabilidade exclusiva ao consumidor , atribuindo os acidentes … falta de observa‡Æo do manual do ve¡culo que, vale ressaltar, nÆo ‚ claro quanto … utiliza‡Æo do sistema em questÆo.

No entanto, o gerente jur¡dico do Idec, Marcos Diegues, lembra que o C¢digo de Defesa do Consumidor (CDC) pro¡be que seja colocado no mercado qualquer produto que ofere‡a risco ao consumidor. E que em casos de risco inerente, ‚ preciso que este seja eliminado por meio da informa‡Æo incisiva.

Assim, o Idec observa que o ideal ‚ que a montadora convoque os propriet rios do Fox, fazendo um recall, para a troca da forma de manuseio do dispositivo ou, no m¡nimo, para colocar uma advertˆncia ostensiva sobre o perigo de ferimentos graves no uso inadequado do equipamento.

A notifica‡Æo foi enviada em car ter preventivo e o instituto aguardar  resposta da Volks por 5 dias. Caso a conduta da empresa nÆo corresponda com medidas de seguran‡a que a gravidade do caso exige, o Idec encaminhar  a questÆo para o Departamento de Prote‡Æo e Defesa do Consumidor (DPDC), ¢rgÆo ligado ao Minist‚rio da Justi‡a.