Andar em grupo na estrada requer atenção às regras: pela segurança do grupo

Pilotagem em grupo: conheça as regras básicas

Andar em grupo na estrada requer atenção às regras: pela segurança do grupo

Andar em grupo na estrada requer atenção às regras: pela segurança do grupo

Faço aqui um apanhado do que aprendi no Rider Program. A finalidade é criar uma forma homogênea de se andar em grupo, aprimorando o estilo de pilotagem, melhorando a segurança, o tempo de viagem, a visualização do grupo e o prazer na pilotagem.

ORGANIZAÇÃO
1 – Estabelecer o Capitão de Estrada;
2 – Estabelecer o Serra-Fila;
3 – Nunca esquecer que existem diferentes pessoas, com diferentes niveis de pilotagem;
4 – Lembrar que existem diferenças entre as motocicletas, mas o objetivo do passeio é igual para todos.

PREPARAÇÃO
1 – Evitar o uso de qualquer substância que prejudique seus reflexos;
2 – Criar mapa indicando todo o deslocamento, constando as estradas a serem utilizadas, as paradas para abastecimento e alimentação;
3 – Verificar pneus, iluminação, freios e nivel de combustivel;
4 – Capacete, jaqueta, capa de chuva etc… deverão ser de boa qualidade e principalmente confortáveis.

SINALIZAÇÃO
A habilidade no uso dos sinais mantém o grupo homogêneo no percurso, trazendo maior segurança e confiança para os menos experientes. Como os movimentos serão executados:
PARE: esticando o braço esquerdo, com a palma da mão virada para trás;
DIMINUIR A VELOCIDADE: esticando o braço esquerdo, com a palma da mão virada para baixo, balançando o braço da cintura para baixo;
AUMENTAR A VELOCIDADE: esticando o braço esquerdo, com a palma da mão virada para cima, balançando o braço da cintura para cima;
FILA ÚNICA: esticando o braço esquerdo para cima, com somente o dedo indicador esticado;
FILA DUPLA: esticando o braço esquerdo para cima, com os dedos médio e indicador esticados;
SAIR DA ESTRADA: esticando o braço esquerdo para cima, com somente o indicador esticado, apontando sobre o capacete, levemente à frente, o lado direito;
PROBLEMAS NA ESTRADA: esticando o braço esquerdo, com o dedo indicador apontando para a pista, por repetidas vezes, Lembrando que este movimento serve para problemas de ambos os lados da motocicleta. Ex: buraco;
LOMBADA: esticando o braço esquerdo, com a palma da mão virada para baixo, fazendo um movimento convexo (meio circulo), para a frente e para a trás;
SUJEIRA NA ESTRADA: esticando o braço esquerdo, com a palma da mão virada para baixo, fazendo um movimento circular. Ex: areia, óleo;

VIAJANDO EM GRUPO
1 – O Capitão e o Serra-Fila deverão ser os mais experientes no trajeto a ser percorrido;
2 – Cada motociclista cuidará do companheiro que está imediatamente atrás;
3 – Manter uma distância segura;
4 – Manter velocidade compatível com a estrada;
5 – Respeitar a legislação, os outros componentes do grupo e demais usuários da estrada.

FORMAÇÕES
FILA ÚNICA: será utilizada em caso de trânsito lento (corredor), estradas com muitas curvas (serras), saída da estrada principal p/ secundária;
FILA DUPLA: será a formação mais utilizada, pois as motocicletas ficam mais agrupadas, facilitando a visualização e dificultando a entrada de outros veiculos no grupo.

VIAJANDO EM FILA DUPLA
1 – O Capitão se posicionará do lado direito, para que os seus sinais sejam facilmente visualizados;
2 – A distância entre as motocicletas será de um segundo;
3 – Caso um veiculo infiltre-se no grupo, manter distância e a velocidade, se o veiculo continuar entre as motocicletas o grupo todo troca de faixa na estrada, mantendo a formação;
4 – Nas ultrapassagens, o lider sai primeiro (com a certeza que o espaço seja suficiente para que todos façam a manobra);
5 – Ao chegar a locais com obstáculos (obras, policia, pedágio) diminuir a velociade, mudar a formação para fila única e aumentar a distância;
6 – Em estradas de terra, locais com areia, óleo ou brita, mude a forma de pilotar, sendo suave e não acelerando ou freando bruscamente. Não esquecendo de mudar a formação para fila única;
7 – Ao abandonar a formação, avisar ao companheiro que está “cuidando de você”, os demais avançam para acertar a formação;
8 – Em avanços para acertar formação, jamais mude da esquerda para a direita ou vice-versa;
9 – Ao passar por cruzamento, não esquecer o tamanho do grupo, principalmente se existir no local uma placa de “pare”;
10 – Ao parar em um semáforo, as motocicletas deverão se agrupar paralelamente, dois em dois. Ao sair, executar novamente a formação;
11 – O lider deverá sempre parar ao visualizar o semáforo amarelo, pois não poderá esquecer que o grupo é extenso;
12 – No caso de condições adversas (chuva, neblina, reflexo do sol) manter a formação, diminuir a velocidade e aumentar o espaço.

ESTACIONAR
Deverá ser observada a formação de chegada e saída, ou seja, o primeiro a chegar deverá estacionar sua motocicleta o mais próximo possível da saída e assim sucessivamente, facilitando a formação da reentrada na estrada. Ao sair do estacionamento, será utilizada a formação em fila única.

ACIDENTES E INCIDENTES
1 – Caso aconteça um acidente ou uma das motocicletas pare, a motocicleta que estiver imediatamente atrás deverá parar, juntamente com o Serra-Fila. O restante do grupo segue até a próxima parada. Caso o problema seja sério, o Serra-Fila pedirá que o motociclista que está junto se dirija ao ponto de parada, comunique o acontecido e prossiga viagem;
2 – Se um dos motociclistas se perder do grupo no mapa deverá constar o telefone do Capitão, mas se não for possível o contato por telefone, deverá se dirigir ao próximo ponto de parada ou abastecimento.

Bons Passeios a Todos Nós!!!

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, criamos um tópico no fórum para os motonliners. Clique aqui para acessar o tópico ou comente mais abaixo