untitlexxd

Piloto do Red Bull X-Fighters invade rodoviária de Brasília

 No meio do caminho tinha uma moto. Tinha uma moto no meio do caminho. Piloto do Red Bull X-Fighters surpreende o público da rodoviária de Brasília em uma ação surpresa
 
Os brasilienses que passaram pela estação rodoviária da Capital Federal na tarde dessa quarta-feira provavelmente levaram um susto. No meio dos ônibus que transportam milhares de passageiros diariamente, apareceu uma das motos voadoras que no sábado levantarão o público da Esplanada dos Ministérios no Red Bull X-Fighters. Era o brasileiro Jeff Campacci, que desceu dois lances de escadas e fez parar centenas de pessoas.

“Foi muita adrenalina. Deu notar no olhar das pessoas a surpresa deles. Muito bacana mesmo”, afirmou Jeff, que logo após dar alguns “zerinhos”, saltou da moto e entrou de capacete e tudo em um dos ônibus parados no local promovendo um “buzinaço”.

Campacci convocou o povo de Brasília a comparecer ao evento no sábado, dia 28, às 16h. “Vai ser uma prova sensacional. Não dá pra perder” disse o piloto de Campinas. “Quero ver muita gente que estava aqui hoje (ontem) lá no sábado”.

A etapa de Brasília do Red Bull X-Fighters é a segunda de seis do campeonato mundial, que iniciou em Dubai e passa ainda por Espanha, Polônia, Itália e Austrália.

TREINOS: Os primeiros treinos livres para o Red Bull X-Fighters Brasília acontecem a partir do meio-dia desta quinta-feira.

SOBRE O RED BULL X-FIGHTERS

Criado em 2001, o Red Bull X-Fighters é o principal evento de motocross freestyle (FMX) do mundo, não só por contar com a participação dos melhores atletas da modalidade, mas por realizar suas etapas em cenários inusitados e históricos. A Plaza de Toros de las Ventas em Madri, a Praça Vermelha em Moscou e as pirâmides de Gizé, no Egito foram algumas de suas principais sedes. Em 2011, a temporada começa em Dubai (EAU) e, depois do Brasil, ainda passa por Roma (ITA), Madrid (ESP) e Polônia, até o encerramento na Austrália.
RED BULL X-FIGHTERS NO BRASIL

Em 2008, a competição invadiu o Sambódromo do Rio de Janeiro e atraiu um público de aproximadamente 30 mil pessoas. Na ocasião, o único representante brasileiro foi Gilmar Flores, o Joaninha. O evento em Brasília irá acontecer em frente à Esplanada dos Ministérios e conta com o apoio da Secretaria de Turismo do GDF.