Foto: D rio J£lio, piloto Acerbis no enduro de regularidade Cerapi¢

Pilotos Acerbis fazem dobradinha no Cerapió

Foto: D rio J£lio, piloto Acerbis no enduro de regularidade Cerapi¢

Foto: D rio J£lio, piloto Acerbis no enduro de regularidade Cerapi¢

Sandro Hoffmann ‚ campeÆo – pela sexta vez – e D rio J£lio, vice, no enduro de regularidade

Recife (PE) – A temporada 2008 da Acerbis come‡ou em grande estilo, com dobradinha no p¢dio da 21§ edi‡Æo do Cerapi¢. Os pilotos patrocinados pela marca Sandro Hoffmann, do Esp¡rito Santo, e D rio J£lio, de Minas Gerais, foram campeÆo e vice, respectivamente, entre as motos da categoria Master do enduro de regularidade. O capixaba venceu a prova pela sexta vez, tornando-se o piloto mais vitorioso do evento.

Depois de percorrer 1194 quil“metros em quatro dias, passando por Fortaleza (CE), Mossor¢ (RN), Natal (RN), JoÆo Pessoa (PB) e Recife (PE), a competi‡Æo s¢ foi definida no £ltimo trecho. Hoffmann fechou a disputa com 83 pontos, contra 76 de D rio J£lio e 71 do tamb‚m capixaba Jomar Grecco. At‚ a terceira etapa, Grecco era o l¡der com 61 pontos – trˆs de vantagem sobre Hoffmann e cinco so bre J£lio.

“No £ltimo dia, o percurso foi t¡pico de enduro de regularidade, bem t‚cnico, com muitos la‡os e baläes. A experiˆncia na navega‡Æo foi fundamental, fazendo com que eu me destacasse na etapa e conseguisse confirmar o t¡tulo”, comentou Hoffmann, animado por iniciar a temporada com uma virada de jogo. “Certamente come‡ar vencendo ‚ uma inje‡Æo de ƒnimo muito grande”, continuou.

Os dois primeiros dias do Cerapi¢ valeram ainda como etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade. Nesta competi‡Æo, Jomar Grecco est  na frente, seguido por D rio J£lio e Sandro Hoffman.

Na opiniÆo do hexacampeÆo da prova nordestina, os equipamentos Acerbis ajudaram bastante na conquista. “A marca oferece um conforto ¢timo e ainda tem uma aparˆncia de muito bom gosto, dando destaque ao piloto. Eu usei bota e a roupa Intact, que tem tudo a ver com enduro. Ali s, a marca tem muita tradi‡Æo na modalidade, tanto que os principais pilotos do Mundial de Enduro FIM usam Acerbis”, lembrou Hoffmann.