Foto: Diego Hening, piloto satélite Honda da categoria MXJr na Superliga Brasil de Motocross

Pilotos de Rondônia integram Equipes Satélites Honda

Foto: Diego Hening, piloto satélite Honda da categoria MXJr na Superliga Brasil de Motocross

Foto: Diego Hening, piloto satélite Honda da categoria MXJr na Superliga Brasil de Motocross

Diego Henning, de 14 anos, e Hugo Amaral, 19, acertam com a equipe Mastter Racing para a Superliga Brasil de Motocross

A Equipe Honda conta com dois novos pilotos satélites. Os representantes de Rondônia Diego Henning e Hugo Amaral compõem a Mastter Racing.

Mais experiente dos dois, Hugo Amaral tem 19 anos e correrá na MX2. É também o piloto que lidera o Estadual de Rondônia na categoria. “É uma alegria muito grande ter este vínculo à Honda. Meu objetivo será andar bem e manter a vaga para o ano que vem”, comentou Hugo, que tem como principal resultado na carreira o título no Confronto Internacional 3 Fronteiras, no Peru, em 2008.

Em sua terceira temporada no motocross, Diego Henning, 14, vai competir na MXJr. No Rondoniense, compete na 85cc e na MX2.“Venho treinando bastante para honrar esta oportunidade e conseguir uma boa colocação”, disse.

“O incentivo da Honda vai além do Sul e Sudeste. A escolha desses pilotos para integrar nosso time é pela atuação deles nos campeonatos regionais. Tenho certeza que a equipe trará ótimo retorno para a marca”, explica Wilson Yasuda, assessor de competições Honda.

O formato das equipes satélites é usado há muitos anos pelas grandes fábricas em mundiais de motocross e motovelocidade. O objetivo é ampliar a exposição da marca nas mídias especializadas, mostrando que a Honda está comprometida com o desenvolvimento do esporte, apoiando um número cada vez maior de pilotos. Com os novos integrantes, a Superliga passa a contar com 20 satélites Honda.