Foto: Toni Elias, piloto da equipe San Carlo Honda Gresini RC212V na MotoGP

Pilotos estão ansiosos para etapa de Barcelona

Foto: Toni Elias, piloto da equipe San Carlo Honda Gresini RC212V na MotoGP

Foto: Toni Elias, piloto da equipe San Carlo Honda Gresini RC212V na MotoGP

Quase recuperado, espanhol Dani Pedrosa, quarto colocado na competição planeja alcançar mais um resultado positivo

O Campeonato Mundial de MotoGP chega, neste final de semana (13 e 14), a Barcelona, região que possui o maior número de pilotos da competição. Entre eles, o melhor é o integrante da equipe Repsol Honda, Dani Pedrosa, vencedor da etapa em 2008. Apesar da lesão que sofreu na última fase, na Itália, Pedrosa confirmou que irá correr em Barcelona e defender o quarto lugar que ocupa na classificação. O piloto é natural de Castellar del Valles a 30 quilômetros do circuito e certamente contará com uma legião de fãs para apóia-lo.

Antes de confirmar sua presença no circuito de Montmeló, Pedrosa passou por mais um check-up e ganhou sinal verde. Em Mugello, o piloto sofreu uma queda e fraturou o fêmur da perna direita.

O GP da Catalunha é a sexta etapa do Campeonato Mundial que tem na liderança Casey Stoner, seguido por Jorge Lorenzo e Valentino Rossi. Na seqüência estão Dani Pedrosa e o companheiro de equipe Andrea Dovizioso. O italiano chega à Espanha depois de duas provas em que por pouco não subiu ao pódio.

“Estou realmente ansioso para correr em casa”, revelou Pedrosa. “Os resultados dos novos exames foram bastante positivos. Eles decidiram me dar uma injeção e aguardar para ver como estarei me sentindo no fim de semana. Parece que vou repetir o procedimento a cada dia antes da prova. É óbvio que ainda não será muito confortável, mas estou com pensamento positivo que poderei andar no fim de semana e buscar o melhor resultado possível. Apesar dos problemas, minha motivação é a mesma. Venho esperando por essa corrida há muito tempo e gostaria de obter um bom resultado para todos os fãs que estarão lá para me apoiar.”
Andrea Dovizioso também tem uma grande expectativa para Barcelona. “Montmeló é um dos meus circuitos favoritos. Há uma atmosfera fantástica nesta pista. Sempre fico ansioso para esta corrida. Meus resultados anteriores aqui têm sido bons. Após liderar a última corrida em Mugello e terminar tão perto da vitória, estou muito motivado.”

O pilota da LCR Honda, Randy de Puniet aponta a pista de Barcelona como uma de suas preferidas. Ele venceu duas corridas da 250cc em Montmeló, mas não repetiu o desempenho na categoria principal. “Após o resultado positivo em Mugello me sinto confiante. Fizemos alguns ajustes e já sabemos que caminho seguir. Espero um bom resultado desta vez”, disse.

Toni Elias é outro herói local. Integrante da equipe San Carlo Honda Gresini, que nasceu em Manres a, a Noroeste de Barcelona está empenhado em vencer em seu país. “Acho que estamos prontos. Tivemos algumas melhorias, mas não achamos o rumo certo dos resultados. Tivemos um pouco de má sorte até agora, mas vamos continuar a trabalhar duro. Em Montmeló vamos buscar nosso primeiro grande resultado do ano. Os fãs de lá são muito importantes e nos darão um empurrão em termos de motivação.”

Nas últimas corridas, o outro piloto da San Carlo Honda Gresini, Alex de Angelis não conseguiu repetir o melhor desempenho da temporada, o sexto lugar na abertura do Mundial no Catar. Ele tem a esperança de fazer um progresso significativo em Barcelona. “Fiquei decepcionado com a última corrida na Itália, porque perdi alguns pontos vitais. Vamos continuar trabalhando duro na Catalunha em busca de aderência traseira que é um problema que nos afeta. Fui muito rápido no ano passado. Gosto do circuito. Tenho que ir para a corrida com otimismo, confiança e calma”, planejou.

O novato da turma, o japonês Yuki Takahashi, da equipe Scot Honda terá de aprender a correr em Montmeló. Ele deve utilizar a recente experiência em Mugello que tem características parecidas com a próxima etapa. “Não gostei de minhas provas em Montmeló na 250cc, mas acredito que isso vai mudar porque me sinto muito melhor.”

Na categoria 250cc, Hiroshi Aoyama, também da Scot Racing, pretende replicar o sucesso que teve durante sua última visita à Espanha quando venceu o GP de Jerez, três etapas atrás. O japonês é o atual segundo colocado. Junto dele estarão Refaelle de Rosa, Hector Faubel, Ratthapark Wilairot, Shoya Tomizawa e Bastien Chesaux.

Calendário MotoGP:
31/05 – Mugello – Itália
14/06 – Circuit de Ca taluña – Catalunha
27/06 – Assen – Holanda
05/07 – Laguna Seca – Estados Unidos
19/07 – Sachsenring – Alemanha
26/07 – Donington Park – Inglaterra
16/08 – Automotodrom Brno – República Tcheca
30/08 – Indianápolis – Estados Unidos
06/09 – Misano – San Marino
20/09 – Balatonring – Hungria
04/10 – Estoril – Portugal
18/10 – Phillip Island – Austrália
25/10 – Sepang Circuit – Malásia
08/11 – Comunitat Valenciana – Valência