Foto: Robert Naji Nahas, piloto patrocinado pela Honda, busca o título do Rally dos Sertões na categoria quadriciclo

Pilotos Honda aceleram em busca de títulos no Rally Internacional dos Sertões

Foto: Robert Naji Nahas, piloto patrocinado pela Honda, busca o título do Rally dos Sertões na categoria quadriciclo

Foto: Robert Naji Nahas, piloto patrocinado pela Honda, busca o título do Rally dos Sertões na categoria quadriciclo

José Hélio quer conquistar o tetracampeonato entre as motos; Robert Naji Nahas e Ricardo Purri estão na briga pela taça dos quadriciclos

Se depender da vontade e do preparo, os títulos das categorias moto e quadriciclo do Rally Internacional dos Sertões têm grandes chances de cair nas mãos dos pilotos patrocinados pela Honda. Nas motos, José Hélio, campeão de 2007, busca o quarto título. Nos quadriciclos, Robert Naji Nahas e Ricardo Mendes Purri vão fazer de tudo para levar o primeiro lugar para casa. Todos eles estão na reta final dos preparativos para a competição, que tem início nesta terça-feira, em Goiânia (GO), e término no dia 28 de junho, em Natal (RN). Ao todo, são 4.734 quilômetros de percurso.

O paulista José Hélio garante que está com tudo pronto para o início do rali. Ele se diz tranqüilo, mesmo com a concorrência de adversários de peso vindos do exterior, e espera um bom campeonato. — Estou mais preocupado em faz er uma boa prova. Acredito que preciso tomar mais cuidado comigo mesmo do que com os adversários. Vencer é conseqüência de fazer um bom rali–, disse. O piloto utilizará na competição a motocicleta Honda CRF 450X.

Robert foi campeão nos quadriciclos da edição 2005 do Rally dos Sertões, a primeira a contar com essa categoria. Para 2008, ele tem como principal objetivo não errar, já que no ano passado o paulista se machucou por conta de um erro, o que acabou fazendo diferença na classificação final. — Minha maior preocupação é completar a prova. O caminho está repleto de surpresas. É preciso pensar em um dia após o outro. É uma prova difícil e a edição deste ano será mais dura ainda que as dos anos anteriores. Será mais travada, fator que até favorece as motos e quadriciclos– , analisou.

O competidor ainda destaca o crescimento do campeonato. — O Sertões cresce a cada ano. Tenho certeza de que esta edição será linda– , completou o piloto, que corre com um quadriciclo Honda TRX 450R.

A disputa dos quadriciclos conta ainda com o mineiro Ricardo Mendes Purri, que entrou na equipe para substituir Maurício Ramos, o Índio, atual campeão da prova que está fora da disputa por conta de compromissos profissionais. Também com um Honda TRX 450R, Purri tem como objetivo o primeiro lugar da categoria. –Estou indo para a competição com estrutura de equipe muito boa, inclusive com um dos mecânicos mais experientes da prova– , contou.

De acordo com Purri, o nível de dificuldade da prova este ano será maior ainda. — Teremos duas especiais bastante complicadas e quem for bem na mais longa delas tem grandes chances de vencer o rali. Acredito que tenho tudo para ser campeão.–