Cachorrão está otimista para esta quarta etapa e para o restante do campeonato

Pilotos na luta pela liderança do SBK Series neste sábado e domingo

Assim como nas outras três corridas da temporada, esta quarta etapa reserva muita emoção para os amantes do motociclismo. Na categoria SuperBike Pro, apenas 12 pontos separam o líder do campeonato, Alecsandre di Grandi, o “Doca”, do terceiro colocado, Danilo Andric. Com a possibilidade de sair do autódromo paulistano com até 26 pontos desta quarta etapa, até mesmo pilotos que estão mais abaixo na classificação esperam encostar ou ultrapassar o primeiro lugar.

Embalado por duas vitórias em três etapas e duas quebras de recorde de volta mais rápida, Danilo Andric, Amazônia Ambiental, que está na terceira colocação do campeonato, vem forte para esta quarta etapa. Além dos bons resultados, Andric está motivado com a estreia da nova moto BMW 1.000cc. “Com um novo apoio que conquistei tive a oportunidade de atualizar a motocicleta que estava usando. Recebi a moto esta semana e já entrei na pista para amaciar o motor 100% original”, disse Andric.

Cachorrão está otimista para esta quarta etapa e para o restante do campeonato

Cachorrão está otimista para esta quarta etapa e para o restante do campeonato

Na sétima colocação do campeonato, José Luis Teixeira, o “Cachorrão”, da Cachorrão Team, não pontuou na terceira etapa do SuperBike Series, pois se envolveu em um acidente com Heber Pedrosa, da Spiga Racing. Cachorrão, no entanto, está otimista em relação a sua participação no restante do campeonato. “Ainda sinto dores no pescoço e na coluna, mas estou fazendo trabalho intenso de fisioterapia. Nesta quarta etapa, vou fazer uma prova mais cautelosa para evitar qualquer acidente. Como o campeonato está no início e uma etapa é descartada ao fim da temporada, estou confiante e quero brigar pelo título”, ressaltou Cachorrão.

Boas brigas nas outras categorias do SBK

Pro AM
Mantendo a regularidade no campeonato, Ivan Gouvea, TNT Máxima Suzuki, lidera a categoria, com 65 pontos. Logo atrás está Fábio Adas, Original Motorcycle, que não pontuou na última etapa, com 52. Em terceiro, Fernando Tomilheiro, MBR Metal Tecno Sul/Sappal/MotoSchool, está com 41 pontos.

Pro Master
Com uma vitória e dois segundos lugares, Ricardo Gornati lidera na categoria de pilotos experientes, com 69 pontos. Três pontos atrás está Paulo Gabriel, o “Paulinho”, TNT Máxima Suzuki. Marcelo Moraes, com 42 pontos, está na terceira colocação.

600cc SuperSport
Com um desempenho impressionante, três vitórias em três corridas, Marcos Nishimoto, Motonil/Dynels do Brasil/Global Express/Akrapovic/NIS, lidera o campeonato com 78 pontos. Marcello Brasil, Vaz/Woodcraft-Target Race/Arai, e Eduardo Costa Neto, Mobil Rush Racing Team, estão logo atrás com 62 e 40 pontos, respectivamente.

Kawasaki Ninja 250cc
Mesmo chegando em terceiro na segunda etapa do SBK Series na categoria Kawasaki Ninja 250cc, Matheus Dias Pereira, Vascularnet/Tyson Imports, lidera a competição com 46 pontos. Carlos Augusto Gomes, Procomps, com 40 é o segundo; e Gustavo Carreira Gil, Stop Aço/Pica Pau Racing, vencedor da segunda etapa, é o terceiro colocado.

250cc Multimarcas
Vencedor das duas primeiras etapas do campeonato, Lucas Braga Teodoro, Nene Contabilidade/Brandani Roncar/Texx, está na primeira colocação. Marco Antonio de Souza, Rodas Mil, e Adriano de Mattos Prado, Volcam/Moto Mac, estão na segunda e terceira colocação, respectivamente.

135cc Classic
Maicon Fuser, Serrano Racing, lidera a categoria, com 52 pontos, seguido de perto por Eduardo Baccarin, Zago Preparações/VJB Competições, oito pontos atrás.

Classificação do SuperBike Series – Categoria Pro

1 – Alecsandre di Grandi “Doca” – 62 pontos
2 – Bruno Corano – 60
3 – Danilo Andric – 52
4 – Alan Douglas – 46
5 – Heber Pedrosa – 45
6 – Ricardo Pelosini – 41
7 – José Luis Teixeira “Cachorrão” – 37
8 – “Wado” Gomes – 37
9 – Bruno Silva – 34
10 – Ricardo Gornati – 29
11 – Mauro Thomassini – 24
12 – Sarim Carlesso – 23
13 – Paulinho Gabriel – 23
14 – Danilo Lewis – 22
15 – Diego Pretel – 18
16 – Rodrigo “Bene” – 16
17 – Julio Checchia – 14
18 – Gustavo Rodrigues – 10
19 – Alessandro Ferraz – 8
20 – Osmar Gonçalves – 7