Foto: Wellington Garcia, piloto da categoria Pro do Team Honda no Arena Cross

Pilotos planejam salto na classificação do Arena Cross

Foto: Wellington Garcia, piloto da categoria Pro do Team Honda no Arena Cross

Foto: Wellington Garcia, piloto da categoria Pro do Team Honda no Arena Cross

Wellington Garcia e Hector Assunção querem ampliar a diferença na liderança das categorias Pro e Júnior, respectivamente, na terceira etapa, marcada para este final de semana em São Sebastião (SP)

O goiano Wellington Garcia e o paulista Hector Assunção querem continuar à frente das duas principais categorias do Arena Cross. Neste sábado (13), os dois disputam, ao lado de mais 10 pilotos do Team Honda, a terceira etapa do campeonato, em São Sebastião, litoral de São Paulo. A prova promete um show de saltos e grandes ‘pegas’. Wellington é o primeiro colocado da categoria Pro, que reúne os pilotos mais experientes. Hector possui a ponta da Júnior. A equipe ainda pretende conquistar a liderança na 85cc. Everaldo Filho, em terceiro, quer aproveitar a boa fase para deixar para trás os adversários. O evento será realizado na rua da Praia, às 19h. Os treinos têm início às 13h. Os ingressos – trocados antecipadamente por um quilo de alimento – estão esgotados.

Wellington Garcia segue na frente da categoria Pro. O goiano soma 54 pontos, 14 a mais que o companheiro de equipe Leandro Silva, que ainda ficará de fora desta etapa para dar seqüência à recuperação da lesão no pulso sofrida durante o Brasileiro de Motocross. Para o terceiro colocado, Pipo Castro, a diferença é de 16 pontos. O líder está em uma excelente fase e, além do Arena Cross, também segue à frente das classes MX1 e MX2 do Brasileiro de Motocross. Wellington garante que não dá para traçar uma estratégia precisa para garantir o resultado, mas que fará de tudo para dar seqüência aos bons desempenhos. “As provas do Arena, apesar de serem disputadas em pistas quase idênticas em todas as etapas, criam várias situações difíceis de prever”, explicou.

O goiano precisará de ainda mais concentração e garra nesta etapa. No último final de semana, durante a disputa da quarta fase do Brasileiro, Wellington machucou as duas mãos durante a prova. “Tive bolhas que acabaram virando ferimentos, os quais sangraram muito, e fiz curativos na hora. Agora já estão bem melhor. Espero que até sábado já estejam quase curados. Vou dar um descanso nos treinos com moto esta semana e me dedicar mais ao preparo físico”, contou o piloto, que acelera com a motocicleta Honda CRF 450R.

O Team Honda também entra na pista para a disputa da categoria Pro com Jean Ramos, Swian Zanoni, Thales Vilardi e Marcello “Ratinho”. Dudu Lima também desfalca o grupo. O paulista segue em recuperação de uma fratura no tornozelo.

Júnior – Hector Assunção possui uma certa tranquilidade na tab ela mas, mesmo assim, não pretende dar folga aos adversários. O paulista é líder da categoria Júnior com 40 pontos, seguido pelo companheiro do Team Honda, Gustavo Takahashi, com 27. “Ainda disputamos somente duas etapas. Tive bastante cabeça até aqui, mas não há nada definido. O Arena possui pistas mais travadas e curvas fechadas, bastante rápidas. Além de uma boa largada, é preciso administrar esses obstáculos”, descreveu o piloto que utiliza a motocicleta Honda CRF 250R. Rodrigo Rodrigues e Rodrigo “Lama” completam a equipe na disputa.

85cc – Na categoria 85cc, a briga é para alcançar o primeiro lugar. Everaldo Filho, na terceira colocação está confiante para assumir a posição. “Quero fazer no Arena o mesmo trabalho que venho fazendo no Brasileiro. Venci as duas últimas provas e estou pronto para brigar pela liderança aqui. O Arena é uma prova que exige muita concentração e preparo físico . Além disso, é necessário ter um bom reflexo porque é uma prova muito rápida.”

Cezar Zamboni e Thiago Formehl também aceleram pela 85cc. O Team Honda entre na pista com a motocicleta Honda CRF 150RB.

Disputa por equipes – A competição por equipes no Arena Cross também promete pegar fogo. Formada por Wellington Garcia e Swian Zanoni, a equipe Honda/ASW está na frente com 78 pontos. Na seqüência, a Honda Pirelli, de Jean Ramos e Hector Assunção – que assumiu o lugar de Leandro Silva, machucado – soma 64 pontos. Marcello “Ratinho” e Thales Vilardi, da Honda/Mobil, ocupam o terceiro lugar com 55 pontos.

A disputa por equipes é uma das novidades criadas pelo Arena Cross em 2009, que tem feito grande sucesso. O resultado é obtido pela soma da pontuação de cada pilo to nas baterias. A competição está agradando os competidores. “Essa nova forma de disputa é bem interessante. Costumo andar bem no Arena, mas este ano ainda não tive o resultado que esperava. Vamos ver se desta vez consigo me sair bem e somar pontos importantes”, analisou Swian Zanoni.

Programação – 3ª etapa Arena Cross – São Sebastião (SP)

Sábado – 20/06
13h – Treinos / 19h – Provas

* a programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.