Pilotos Rinaldi vivem momento favorável na Superliga Brasil de Motocross

 Bento Gonçalves (RS) – Os pilotos patrocinados pela Rinaldi, empresa líder em pneus de motocicleta para reposição no mercado brasileiro, se encontram neste fim de semana, 5 e 6 de junho, em Chapecó, no Oeste catarinense, para disputarem a terceira etapa da Superliga Brasil de Motocross.

Os irmãos Eduardo “Dudu” e Marcello “Ratinho” Lima buscam a reabilitação nas categorias MX Pró e MX2, respectivamente, enquanto Douglas “Duda” Parise irá aproveitar a etapa “perto de casa” para fazer um treino forte. “Vou disputar a MX Pró para pegar ritmo e darei o máximo na pista evitando, no entanto, me machucar”, comenta Duda.

O gaúcho lembra que disputar uma prova na cidade catarinense é tradição em sua carreira de piloto. “Tenho muitos amigos em Chapecó e prestigio a prova todos os anos. Além de correr perto de pessoas conhecidas, sinto que evoluí bastante nos últimos treinos e acredito que poderei andar muito próximo dos primeiros colocados na MX Pró”, avalia.

Para Ratinho e Dudu Lima, a etapa que marca o meio da temporada na Superliga serve também como ponto estratégico para buscar o topo da tabela no campeonato. “Estamos sentindo que o momento é favorável e queremos melhorar nossas posições na classificação da Superliga”, aponta Gui Lima, chefe de equipe.

“É um bom momento para mim e para meu irmão porque chegamos a metade da competição com uma boa regularidade nas provas e sem ter sofrido qualquer lesão”, diz Ratinho Lima. “Estamos focados em conquistar um bom desempenho em Chapecó e entraremos de cabeça nessa missão”, confirma Dudu Lima.

A seleção de pilotos da Rinaldi, no entanto, terá dois desfalques para a terceira etapa da Superliga. O catarinense Pipo Castro ainda se recupera da lesão no ombro esquerdo que sofreu no início de abril e está fora da prova em Chapecó. Nessa semana, Kioman Munoz, que compete na categoria MXJR, caiu durante os treinos e trincou um osso da mão esquerda. O jovem piloto ficará afastado das pistas por aproximadamente dez dias para se recuperar.

Classificação:

MX Pró
1º) Jorge Balbi Júnior – 92 pontos
2º) Leandro Silva – 92 pontos
3º) Roberto Castro – 84 pontos
4º) João “Marronzinho” Paulino – 70 pontos
5º) Gabriel Gentil – 58 pontos
7º) Eduardo “Dudu” Lima – 49 pontos

MX2
1º) Adam Chatfield – 89 pontos
2º) Hector Assunção – 87 pontos
3º) Humberto Martin – 72 pontos
4º) Jean Ramos – 64 pontos
5º) Marcello Lima – 63 pontos

MXJR
1º) Thiago Formehl – 50 pontos
2º) Kaio Miranda – 40 pontos
3º) Gustavo Henn – 32 pontos
4º) Fábio Santos – 31 pontos
5º) Pedro Melo Júnior – 27 pontos
11º) Kioman Munoz – 17 pontos

Serviço:
Superliga Brasil de Motocross 2011 – Terceira etapa
Data: 4 e 5 de junho
Cidade: Chapecó – Santa Catarina
Local: Autódromo de Chapecó