Piocera_destaque_20_12

Piocerá abre a temporada off-road 2013

Faltando pouco mais de um mês para o Rally Piocerá, que acontece de 20 a 25 de janeiro, entre Teresina, Piauí, e Fortaleza, no Ceará, a competição chegou ao jubileu de prata em 2012. Foram 25 anos elevando o esporte, que foi e é modelo e escola para tantos outros eventos e competidores, ao longo desses anos.

Trecho com piso de areia no Rally Piocerá

Trecho com piso de areia no Rally Piocerá

A próxima edição, a 26ª, está com os preparativos a mil. Também será a primeira vez que a competição abrirá a temporada valendo por três campeonatos nacionais de regularidade, o de moto e de quadriciclo, pela Confederação brasileira de Motociclismo (CBM), e o de cross country de rally para carros 4×4, válido pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Fora essas três modalidades, o Piocerá inova, e traz a mais nova modalidade – os UTVs – e novamente em um roteiro paralelo para o Rally de Bike, aliás o Piocerá é o único rali do mundo a contar com uma competição voltada para o mountain bike.

Trecho de serra do Piocerá, que mescla vários tipos de piso

Trecho de serra do Piocerá, que mescla vários tipos de piso

Competidores de 24 estados do Brasil e pelo menos outros três países, Itália, Suíça e Portugal, estão confirmados nesta aventura de grandes proporções. São dezenas de equipes na parte organizacional, preparadas para garantir toda segurança e operacionalidade que vem sendo programada desde o início de 2012, ou seja, para que o evento aconteça os preparativos começam logo após o término de uma edição. A organização conta com quase 150 pessoas

São esperados aproximadamente 450 competidores. Ao todo, são mais de 1.100 pessoas na caravana. Uma parte vem em busca de bons resultados no ranking nacional das modalidades que valerão pelos campeonatos nacionais e a grande maioria em busca dos títulos de 1ª à 5ª colocação de cada categoria da competição, o que é motivo de orgulho e status, já que o Piocerá – Cerapió é uma competição que exige preparação e estratégias, tendo competidores já consagrados no cenário nacional e internacional do off-road.  Muitos treinam durante meses e se preparam para estar na grande arena e encarar quase 1.200 km de percurso em quatro dias de competição.

O Rally Piocerá 2013 tem uma logística grandiosa. A organização conta com aproximadamente 30 carros 4×4, sete motos, dois caminhões, equipe médica composta por mais de 10 profissionais preparados, entre médicos, paramédicos e enfermeiros, além de carros 4×4 nas trilhas com todo material para primeiros socorros, ambulâncias e UTI móvel, prontas para realizar até cirurgias. A prova conta ainda com helicóptero e seguro de vida para competidores e organizadores.

Em paralelo à prova dos veículos motorizados, haverá também competição com mountain bikes

Em paralelo à prova dos veículos motorizados, haverá também competição com mountain bikes

O roteiro para o Piocerá será novamente inédito e vai percorrer quase 70% do Circuito Serras Nordeste, em cenários naturais nunca antes desbravados em provas off-road. São dezenas de municípios na rota do rali, gerando divisas, movimentando o turismo e a troca de cultura.

 

Programação do Rally Piocerá

Carros, quadricíclos, UTVs e motos:
20 de janeiro – vistorias.
21, mais vistorias, a largada promocional e os briefings técnicos.
22, a prova começa com a largada oficial.
23, largada de Pedro II rumo ao Ceará, com parada em Ubajara, onde as bikes fazem um circuito.
24, 3º dia de prova, a largada será de Uabajara até Guaramiranga para carros, motos e quadriciclos. As bikes voltam a fazer um circuito, nos limites de Guaramiranga.
25, quarto e último dia de prova será entre Guaramiranga e Fortaleza.

Bikes
dia 22 de janeiro – encerram o 1º dia em Campo Maiordia;
23 – fazem um circuito na cidade de Ubajara;
24 – voltam a fazer um circuito nos limites de Guaramiranga;
25 – largam em Palmácia e encerram a prova em Fortaleza.