Piocera_destaque_24_01

Piocerá: Guilherme Cascaes amplia vantagem na liderança

Guilherme Cascaes está próximo do bicampeonato das motocicletas no Piocerá. O piloto ampliou a vantagem na liderança da Master após o segundo lugar desta quinta-feira, de acordo com os resultados extra-oficiais. Ele disputa a quarta e última etapa nesta sexta-feira, entre Guaramiranga e Fortaleza, no Ceará, e tem 208 quilômetros decisivos pela frente.

 

Guilherme Cascaes está a um passo do bicampeonato no Piocerá - Foto by Josy Camargo

Guilherme Cascaes está a um passo do bicampeonato no Piocerá - Foto by Josy Camargo

A prova de hoje foi a mais longa do trajeto: 404 km com início em Ubajara, também no Ceará. “O caminho foi marcado por terreno seco, bastante calor e pouca trilha para perder pontos. Os trechos mais difíceis foram a ‘Descida do Marca Passo’, bastante íngreme, e uma grande subida de pedra”, contou Cascaes. O vencedor do dia teria sido Jomar Grecco.

O catarinense está pronto para buscar o bicampeonato na etapa final. “Vou tentar não arriscar para administrar a vantagem, já que o mais importante é o título. Há bastante serra aqui na região e deve haver mais pedras no trajeto até Fortaleza”, concluiu Cascaes.

* * * * *

Pilotos de motos enfrentam a trilha mais longa do rally no sertão cearense

Embora a trilha desta quinta (24) tenha exigido maior condicionamento físico dos pilotos, por ser a maior dos quatro dias, e assim, mais cansativa, não foram registrados muitos tombos durante o percurso. No segundo dia, a equipe médica do rally chegou a atender três pilotos que caíram e precisaram ser examinado. Os socorridos foram dois na modalidade Motos e um na modalidade Carros. Todos passam bem.

 

Este terceiro dia de competição foi o mais longo, com muita areia fofa e pedras

Nste terceiro dia de competição teve muita areia fofa e pedras - Foto by Doni Castilho

Apenas Luis Gonçalves, da categoria Over 40 foi aconselhado a não voltar à competição devido às dores nas costelas. Luis faz parte da equipe do campeão Sandro Hoffmann. Mesmo não percorrendo as trilhas, ele continuará no rally integrando a equipe de apoio.

“Estou bem, me recuperando das dores. Nos dias que faltam vou ficar como apoio, mas não deixarei a competição”, diz Luis Gonçalves.

Curioso contraste entre o antigo e o moderno - Foto by Mary Ana

Curioso contraste entre o antigo e o moderno - Foto by Mary Ana

Foram percorridos mais 392 km entre as cidades de Ubajara e Guaramiranga, no estado do Ceará. A trilha passou pelas principais regiões serranas do Ceará. Os locais apresentam  temperaturas amenas, abaixo de  30°, mesmo assim, pilotos da região Sul do Brasil reclamaram do calor e o apontaram como umas das principais dificuldades enfrentadas.

O dia de hoje foi importante para os competidores, pois foi a chance que eles tiveram de conseguir recuperar o atraso e atingir a regularidade exigida para ser campeão do rally. No entanto, o que se percebe entre os competidores é que o prazer maior está em apenas participar.

“Foi um dia cansativo, mas tranquilo. Só levei um tombo na Descida do Macaco. Não me machuquei, estou apenas dolorido. No primeiro dia fiquei em 3°, ontem fiquei em 15°, mas acho que não tem mais como fazer muita coisa. Todo dia é uma surpresa, mas hoje foi importante”, comentou Mário Henrique, da categoria Sênior.

Fonte: Mary Viana (Aldeia Com)

* * * * *

Programação do Piocerá 2013 – 25/1 – Sexta-feira
4ª Etapa: Guaramiranga – Fortaleza (CE)
Percurso: 208 Km

22h – Festa de premiação no Complexo América do Sol, em Fortaleza.

Trajeto do Piocerá 2013

Obs: Os resultados oficiais diários e acumulados ainda não foram divulgados no site da organização da prova.