Pista de Canelinha deve ficar pronta em dez dias para o Mundial de Motocross

Pista de Canelinha deve ficar pronta em dez dias para o Mundial de Motocross

Pista de Canelinha deve ficar pronta em dez dias para o Mundial de Motocross

O circuito brasileiro que receberá o Mundial de Motocross deverá estar pronto em dez dias. Esta é a previsão do consultor de pistas da Youthstream, Justin Barclay, que coordena os trabalhos no mótodromo de Canelinha, SC. Ele faz apenas uma ressalva: –Se o tempo ficar muito ruim, pode atrasar um pouco–.

A pista de Canelinha está sendo totalmente remodelada para receber a Grande Final do Mundial de Motocross, que volta ao Brasil depois de dez anos. A prova acontece nos dias 12 e 13 de setembro e irá contar com os maiores nomes do esporte na atualidade.

Tratores, escavadeiras e caminhões trabalham em tempo integral para deixar a pista pronta para receber os competidores. Toda a parte baixa do circuito, incluindo a área de largada, já foi concluída, assim como o lago que ficará no meio do circuito e possui 250 mil litros de água.

Agora, a equipe trabalha nas vias de acesso ao motódromo e também na montagem dos obstáculos na área que será destinada ao público. Além de Justin Barclay, estão acompanhando os trabalhos de remodelação do motódromo o gerente do Grupo LANCE! Rafael Rocha, o piloto Richard Berois e o presidente da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM), Kiko Cidade.

–Trazer uma etapa do Mundial de Motocross para o Brasil é muito importante sob uma série de aspectos. Um deles é que, agora, os pilotos nacionais sabem que terão uma pista de nível internacional para se preparar para as competições no exterior–, comentou Rafael.

O motódromo de Canelinha era um dos mais tradicionais do Brasil, tendo recebido dezenas de provas do Campeonato Brasileiro nos últimos anos. A cidade é uma das mais apaixonadas pelo esporte e está toda preparada para receber a competição. O motódromo Arthur Jachowicz está sendo totalmente reformulado.

–Dá uma dor no coração ver as máquinas destruindo um circuito que tem tanta história no motocross nacional mas não tenho nenhuma dúvida que o Barclay sabe o que está fazendo. Ele começou a montar um triplo em subida que será, com certeza, um dos mais impressionantes da nova pista–, destacou Kiko.

O Honda GP do Brasil é patrocinado pela Honda, com o apoio do Governo do Estado de Santa Catarina, além de contar com a parceria de midia do Grupo RBS. O evento é realizado pelo Grupo LANCE! em parceria com a Youthstream e supervisionado pela FIM-Federação Internacional de Motociclismo, Confederação Brasileira de Motociclismo e pela Federação Catarinense de Motociclismo.

Mais informações sobre o evento no site oficial www.hondagpbrasil2009.com.br