Por que morrem os pilotos?

Trˆs acidentes fatais em duas semanas marcaram a modalidade fora-de-estrada, normalmente tida como mais segura do que a motovelocidade. No dia 16 de setembro o piloto alemÆo Swen Enderlein chocou-se violentamente contra uma  rvore e morreu no local, apesar dos esfor‡os de outros pilotos em socorrˆ-lo. No mesmo dia, um mecƒnico do piloto holandˆs Jose Prun, estava se deslocando com uma moto em alta velocidade pelas estradas vicinais, levando uma polaca na garupa e bateu de frente com um furgÆo. Os dois ocupantes da moto morreram na hora e o motorista do furgÆo faleceu horas depois.

Nenhuma destas v¡timas fatais era mais conhecida do que o francˆs Richard Sainct, que faleceu ap¢s cair violentamente durante o Rally dos Fara¢s, no Egito, nesta quarta-feira. Sainct, de 34 anos, venceu o rally Paris-Dakar por trˆs vezes, em 1999, 2000 e 2003, al‚m do pr¢prio Rally dos Fara¢s em 2002. Piloto extremamente experiente e veloz, era irredut¡vel, como todos os pilotos de ponta de qualquer modalidade motorizada. De acordo com as primeiras informa‡äes, Sainct caiu no km 120 da primeira especial, mas levantou e continuou pilotando. Passou pela sua equipe de assistˆncia, mas nÆo desistiu e foi encontrado ca¡do, longe da moto, na segunda especial, j  sem vida.

A esta altura seus dois filhos e a esposa devem estar fazendo as mesmas perguntas que n¢s: por quˆ? Por que ele nÆo desistiu da prova quando sentiu enj“os ap¢s o acidente. Certamente foi uma lesÆo interna, como rompimento do ba‡o, que levou o piloto … perda dos sentidos e … segunda queda. Ou entÆo estÆo se perguntando por que ele corria de moto depois de j  estar com um belo curr¡culo de vit¢rias e um saldo banc rio invej vel?  a mesma pergunta que fÆs, parentes e amigos de Ayrton Senna estÆo se fazendo at‚ hoje e cuja resposta est  al‚m da capacidade de entendimento de n¢s, pessoas comuns.

Normalmente acredita-se que as competi‡äes off-road sÆo menos fatais do que as provas de motovelocidade. Ser ? Os Seis Dias de Enduro, que deveria ser uma prova segura, fez a segunda v¡tima fatal em dois anos consecutivos. No ano passado, quando foi realizado no Brasil, um piloto perdeu a vida. Ser  que a seguran‡a est  relaxada ou os pilotos estÆo mais ousados?

Pilotos sÆo potencialmente onipotentes. Sempre acham que as fatalidades atingem apenas os outros. Richard Sainct era um ¡cone nas provas off-road, daqueles que pareciam imbat¡veis e invulner veis. Certamente ele tamb‚m pensava assim, por isso ignorou as advertˆncias de seu corpo de que algo nÆo estava bem e continuou na prova at‚ morrer. Este tipo de comportamento lembra os rituais de imola‡Æo, no qual o indiv¡duo morre por meio de um sacrif¡cio para mostrar ao mundo alguma mensagem tÆo grandiosa que necessita levar sua vida. A forma mais comum de imola‡Æo ‚ atear fogo ao pr¢prio corpo.

Talvez nÆo tenha sido por acaso que Ayrton Senna e Roland Ratzenberger tenham morrido em um circuito chamado Imola.