Preço da gasolina já poderia ter caído 7%

A Petrobras j  acumula um lucro adicional de R$ 340 milhäes, s¢ nos 15 primeiros dias de abril, por nÆo ter repassado para os pre‡os dos combust¡veis as quedas do petr¢leo no mercado internacional e do d¢lar no Brasil.

Com isso, j  haveria folga suficiente para uma redu‡Æo nos pre‡os de gasolina, ¢leo diesel e g s de cozinha (GLP). O c lculo foi feito pelo especialista Adriano Pires Rodrigues, do Centro Brasileiro de Infra-Estrutura (CBIE). Ele estima que, como os pre‡os estÆo mais altos no Brasil do que no mercado internacional, a estatal est  obtendo um lucro extra de R$ 30 milhäes por dia.

Em janeiro e fevereiro, segundo Adriano Pires, a Petrobras teve uma perda de US$ 1 bilhÆo porque os pre‡os dos combust¡veis no Brasil estavam defasados. Com a queda do petr¢leo e do d¢lar desde o in¡cio da guerra no Iraque, a estatal recuperou esse preju¡zo e, a partir de abril, passou a acumular ganhos extras, diz Pires. A cota‡Æo do petr¢leo caiu 21% e o d¢lar recuou 9,90% frente ao real desde a segunda quinzena de mar‡o.

Nos c lculos de Adriano Pires, a Petrobras est  vendendo hoje a gasolina a pre‡os 22% mais altos do que no golfo americano, por exemplo. Nas refinarias brasileiras, o produto custa US$ 0,2636 o litro, enquanto que nos Estados Unidos o pre‡o ‚ de US$ 0,2166. Por sua vez, o ¢leo diesel vendido pela estatal est  36% mais caro (US$ 0,2791 na Petrobras, contra US$ 0,2055 por litro nos EUA). Segundo analistas do mercado financeiro, o g s de cozinha estaria em torno de 17% mais caro do que o vendido no mercado americano.

“Esse ‚ um lucro que est  sendo auferido pela Petrobras por causa do monop¢lio. Se houvesse concorrˆncia, ela teria que reduzir seus pre‡os”, criticou Pires.

Mas segundo uma alta fonte da Petrobras, a estatal nÆo planeja reduzir os pre‡os dos combust¡veis, ao menos nos pr¢ximos dias. Segundo essa fonte, a empresa vai esperar por uma acomoda‡Æo nos pre‡os do petr¢leo e do cƒmbio antes de decidir sobre uma eventual redu‡Æo. A fonte garantiu que no caso do da gasolina e do diesel, os pre‡os praticados estariam apenas cerca de 10% mais altos.