Foto: Divulgação

Premiada internacionalmente, Ação Ambiental do Sertões chega à décima edição

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Rally Internacional dos Sertões é mais do que a segunda maior prova off-road do mundo. O reconhecimento internacional da competição passa também por outra esfera. A Ação Ambiental do evento é um trabalho de “formiguinha” realizado há 10 edições e que já mostra resultados gigantes.

A iniciativa, capitaneada pela equipe “Os Canastras”, foi a vencedora do Enviromental Awards 2009, prêmio concedido pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo) aos mais destacados programas de conscientização e de preservação do meio ambiente ligados aos esportes a motor em todo o mundo.

A premiação aconteceu em fevereiro deste ano, em Genebra, na Suíça. A iniciativa foi escolhida entre 11 concorrentes. Em 2007, a Ação Ambiental do Rally dos Sertões também já havia recebido outro importante prêmio, outorgado pela ULM (União Latinoamericana de Motociclismo), entidade filiada à FIM.

Desde 2001, a equipe de Ação Ambiental do Rally dos Sertões é responsável pela limpeza de todos os detritos e resíduos deixados pelos competidores ao longo do percurso da competição, bem como o recolhimento de todo o lixo resultante dos acampamentos da prova. O grupo também é incumbido de indenizar – em dinheiro e assim que passa o último concorrente – os proprietários das áreas rurais que tenham sofrido algum tipo de dano, como a quebra de cercas ou de porteiras.

A equipe “Os Canastras” surgiu como uma agência de turismo voltada aos esportes de aventura dentro da Serra da Canastra, em Minas Gerais. Além de Carlos Andrade, coordenador geral do projeto, que desde 2007 também é comissário de meio ambiente da FIM, os outros três integrantes da equipe são Orlei de Souza, Marcos Campos e Rômulo Miranda.

Em 2009, durante a 17ª edição, a equipe de Ação Ambiental distribuiu 1.000 cinzeiros ecológicos, 6.000 sacolinhas plásticas, 6.000 sacos de lixo, e utilizou 20 kg de produtos para absorção de resíduos líquidos. Ao todo, foram recolhidos ao longo do percurso 750 kg de detritos, 75 litros de óleo e 11 toneladas de lixo dos acampamentos. No total, foram empregados 100 voluntários e cerca de 10 mil pessoas foram impactadas de forma positiva, direta ou indiretamente.

De acordo com Carlão, a expectativa é que a quantidade de detritos seja menor em 2010. “No início recolhíamos até 1,5 tonelada nas trilhas por edição. Essa diminuição progressiva da quantidade ao longo dos anos é o nosso maior prêmio, pois mostra que o nosso trabalho está no caminho certo”, afirmou. O 18º Rally Internacional dos Sertões acontece de 10 a 21 de agosto, entre Goiânia (GO) e Fortaleza (CE). Serão 4.486 quilômetros percorridos em seis estados – Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão, Piauí e Fortaleza. Serão 155 veículos e 235 competidores de 12 países.

Com patrocínio de Petrobras, Gillette Desodorantes e Camargo Corrêa, a 18ª edição do Rally dos Sertões conta com o apoio dos Estados de Goiás, Tocantins e Ceará, e do Ministério do Esporte através da Lei de Incentivo ao Esporte. O evento ainda conta com supervisão da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).