Prêmio “Moto do Ano 2009” consagra Honda campeã em duas categorias

As motocicletas CG 150 Titan Mix e CBR 1000RR Fireblade foram premiadas nas categorias Street até 150cc e Esporte, respectivamente

A Moto Honda da Amazônia venceu duas categorias do Prêmio “Moto do Ano 2009”, promovido pela revista Duas Rodas, especializada no segmento. Enquanto a CG 150 Titan Mix conquistou a primeira colocação na modalidade Street até 150 cc, a importada CBR 1000RR Fireblade foi a campeã na categoria Esporte.

A eleição das vencedoras se deu em duas etapas. Primeiro, os leitores votaram, por meio do site da revista, nas motocicletas de sua preferência, divididas em 13 categorias. Os três modelos mais votados em cada categoria foram, então, testados por oito jurados especializados, em test-drive no Campo de Provas da Pirelli, em Sumaré (SP), considerando quesitos como estilo, motor, suspensão, conforto, freios e maneabilidade.

O resultado da 12ª edição do “Moto do Ano” foi anunciado no evento de premiação realizado na última quinta-feira (8), em São Paulo. Os títulos conquistados pela Honda refletem a credibilidade da marca e sua constante busca por inovações e desenvolvimento de produtos com alta qualidade e tecnologia de ponta.

Motocicletas premiadas – Lançada em março de 2009, a CG 150 Titan Mix, premiada na categoria Street até 150cc, apresentou ao mercado a inédita tecnologia bicombustível para motocicletas. Foi o primeiro modelo produzido em série no mundo a utilizar tanto o álcool quanto a gasolina como combustíveis.

Além de atender às expectativas dos consumidores, o desenvolvimento da CG 150 Titan Mix acompanha a estratégia mundial da Honda de preservação do meio ambiente. Quando comparado à gasolina, o álcool tem as vantagens de ser uma fonte de energia renovável, de poluir menos que os combustíveis fósseis e de não possuir enxofre em sua composição, tornando sua combustão mais limpa.

Sem deixar de lado o estilo consagrado que fez da Honda CBR 1000RR Fireblade um sucesso mundial, a versão 2009 da motocicleta aliou modernidade e esportividade à segurança, proporcionada pelo freio ABS.

Inédito em modelos superesportivos, o sistema eletrônico minimiza a possibilidade de travamento das rodas, oferecendo total segurança mesmo em situações de frenagens mais bruscas, tanto em retas quanto em curvas. Tais atributos concederam ao modelo o título da categoria Esportiva.