Foto: Honda Foto divulgação

Preparação, Mais tik tik nervoso, Roda invertida.

Foto: Honda Foto divulgação

Foto: Honda Foto divulgação

Preparação – Olá amigos do motonline, primeiramente gostaria de parabenizá-los por este belo site com qual vocês esclarecem dúvidas dos mais diversos tipos aos mais diversos internautas sem nenhum tipo de discriminação. Pois vamos lá. Fui piloto de motocross há alguns anos e devido a vários problemas tive que parar por um tempo, e hoje, ainda sem o cacife pra voltar a pilotar uma importada, estou pensando seriamente em adquirir uma CRF 230R. Gostaria então de saber quais as mudanças que eu devo fazer na suspensão com baixo custo para dar uma boa melhorada, sendo que agora pra frente será apenas apra lazer, não visando então corridas e campeonatos. Se puder me indique detalhadamente algumas peças que necessito trocar para a mesma. Desde já agradeço. Tenham uma boa semana. Thyago 21 Cianorte, Paraná
R: Caro Thyago, Minha sugestão é que comece a andar com ela original e se verificar alguma deficiência procure um jeito de resolver. Assim é que se faz a preparação da moto para o seu uso. Nas condições em que você andar ela vai se manifestar com alguma característica e se você observar bem poderá identificar qual o melhor acerto para sua pilotagem. Será mais motor em alta ou baixa rotação, suspensão mais dura ou mais mole, o equilíbrio entre elas, a relação da transmissão final… muitas coisas podem ser acertadas para as suas condições. Ajuste os comandos dos manetes, deixe-os meio soltos para não quebrarem num tombo eventual. Se você for andar em trilhas com mato um protetor de guidão (de alma de alumínio) pode ser indicado. Ajuste a altura dos pedais de freio e câmbio: O do câmbio deve ser levantado na estria do eixo de forma que sua bota entre por baixo dele confortavelmente, sem que seu pé fique apontando muito para baixo. Ele deve ficar quase nivelado com a pedaleira. No caso do freio o ajuste da altura do pedal deve ser de forma que fique nivelado também, mas agora para que o acionamento do freio se dê com o pé levemente descendente. Esse ajuste deve ser feito colocando-se em pé na moto e movimentando-se os comandos de forma que fiquem na posição mais natural e confortável possível. Ajuste o “sag” da suspensão para o seu peso e a partir dai, passe a treinar. Aprenda a procurar por onde melhorar os seus resultados. Treinamento e preparação do equipamento seu e da moto. Boa sorte.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Mais Tik Tik nervoso
A respeito do “Tik tik nervoso” Acho que sei o que é, o barulho aparece quando se usa o acelerador como se fosse binário, como diz o tite, quando o volume de mistura admitido é maior que a necessidade atual do motor. O ideal é acelerar gradualmente. Wagner 27 Cuiabá MT
R: Isso mesmo Wagner. A abertura repentina do acelerador em geral, provoca falta de combustível nos primeiros instantes em que a velocidade do ar ainda é baixa na sua passagem pelo venturi do carburador. No caso de gasolina de má qualidade isso piora, ou pela menor octanagem ou pela maior temperatura de trabalho, ou ainda pelas duas coisas. Nos sistemas injetados esse efeito é minimizado pela central de processamento mas nos carburados, a aceleração deve ser resolvida ou pelo injetor como nas XR 200 e XLX 350 ou como na Falcon e em motos mais recentes com carburadores tipo Vácuo Constante (CV) que só aceitam a aceleração de acordo com o vácuo que o motor produz, nunca ultrapassando uma determinada diferença de pressão. Abraços

Roda invertida
Observando várias superesportivas tive a seguinte dúvida, por que os frisos da roda traseira formam uma seta para frente, vistos de cima (>>>>) e os da roda dianteira ficam em sentido oposto (<<<<)? Nos carros pelo menos eles sempre ficam como nas rodas traseiras das esportivas, pois os fabricantes alegam que isso evita a aquaplanagem, pois a água é direcionada do centro em direção às extremidades, mas o contrário (aplicado na roda dianteira) não seria prejudicial? Nas motos menores como twister e fazer os dois pneus seguem a mesma direção! Aproveito para deixar um abraço pra toda equipe!
Wellington 21Belo Horizonte, MG
R: Obrigado Wellington, As fábricas de pneus fazem testes exaustivos para definirem os padrões de sulcos dos pneus. Levam em conta a velocidade de evacuação da água sob a área de contato como você diz, porém existe um sentido correto para a montagem dos pneus que nem sempre é observado, notadamente nos traseiros. Se isso estiver correto o desenho estará como a fábrica projetou, seja virado para frente ou para trás. A técnica utilizada para obter o efeito desejado nós não conhecemos, creio que cada fabricante tem o seu. Abraços