Presidente da ABRAM convoca protesto pacífico de motociclistas

A ABRAM – Associação Brasileira de Motociclistas – divulgou hoje, 22 de janeiro, manifesto para conclamar todos motociclistas brasileiros para, no dia 27 de janeiro, quarta-feira, sairem as ruas normalmente com um lenço preto amarrado no guidão e não andar nos corredores formados entre os carros em meio aos congestionamentos.

A idéia do presidente da ABRAM, Lucas Pimentel, é chamar a atenção das autoridades para a eminente possibilidade de tornar totalmente proibída a circulaçao de motocicletas nos corredores,obrigando as motocicletas a ocuparem um lugar na file de carros. Leia a seguir a íntegra da convocação.

“Neste momento em que através do PL 2.872/08 estamos sendo verdadeiramente ameaçados com a possibilidade de não mais podermos transitar pelos “corredores” formados entre as filas de automóveis e com isso estarmos obrigados a circular atrás dos automóveis, o que faria aumentar sobremaneira a possibilidade de nos envolvermos em sérias ocorrências de trânsito, frente à falta de distancia segura em razão da motocicleta percorrer cerca de 30 metros até a frenagem total, isso estando a 60 km/ph, e ainda porque atrás dos automóveis nos motociclistas não teríamos o campo de visão necessário e indispensável para antever situações de perigo.

Por tudo isso, faz se necessário que manifestemos a nossa indignação, e chamemos a atenção da opinião pública para essa realidade que muitos desconhecem ou ignoram.

Saibam todos que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) nos assegura o direito ao exercício do trânsito seguro, sendo, portanto, dever dos órgãos de trânsito desse país, prover os meios necessários para que isso ocorra, ou seja, para que efetivamente tenhamos a segurança no trânsito. Nesse sentido e diante do exposto, conclamamos a todos os motociclistas que se manifestem, pois como dizem: “Quem cala consente”.

Faça um sacrifício pelo motociclismo nacional, dia 27 de janeiro, quarta-feira, coloque um pano preto no guidão de sua motocicleta e no trajeto que você for percorrer, ocupe o espaço de automóvel na via pública, neste dia em especial não circule no corredor. Vamos demonstrar para esses “iluminados” que acham que proibir a passagem da motocicleta pelo “corredor” é a solução para o caos do trânsito, qual a conseqüência de tal medida. Veja, lembre-se que você precisará manter uma boa distancia do veículo a sua frente, a fim de ter tempo de frenagem e campo de visão. Tomando esses cuidados não demonstraremos o quanto às ocorrências de trânsito poderão aumentar com a implantação de tal proibição, acredito que não precisaremos nos acidentar ou morrer nas vias públicas para evidenciar isso.

Julgamos importante salientar que a fim de que ninguém seja multado, não haverá ponto de concentração, buzinasso ou trajeto, no dia 27 (quarta-feira) em qualquer lugar desse país, onde você circular com a sua motocicleta, não circule no corredor, ocupe o lugar de um automóvel na via pública e faça esse sacríficio pela nossa querida causa motociclística.

Lucas Pimentel , 41 anos, é presidente da ABRAM – Associação Brasileira de Motociclistas
E-mail: pimentel@abrambrasil.org.br
www.abrambrasil.org.br

ATENÇÃO SE VOCÊ ADERIR MANDE UMA FOTO DA SUA MOTO COM O LENÇO PRETO NO GUIDÃO PARA PUBLICARMOS NO SITE DA ABRAM.