roda1

Primeira roda termoplástica

A indústria automotiva tenta de todas as maneiras reduzir o consumo de combustíveis e a emissão de poluentes – e uma das maneiras mais lógicas de fazer isso é baixar o peso de peças, componentes e sistemas em seus veículos. Todos eles.

A Innovative Plastics, divisão da SABIC, é líder mundial no desenvolvimento de plásticos de engenharia e acaba de fazer a primeira roda para automóveis em termoplásticos, praticamente a revinventando. A diminuição de peso fica entre 20 e 30 porcento e a redução na emissão de poluentes entre dois e três por cento.

Como se isso não fosse suficiente, as etapas para sua produção são muito mais rápidas e baratas, os ciclos de melhoras em produtividade e diminuição de custos de manufatura são mais curtos, a roda pode ser fabricada com menos impactos ambientais do que os processos convencionais de compósitos e, no fim de sua vida útil, pode ser totalmente reciclada.

A roda de compósito termoplástico é composta de várias tecnologias diferentes.
A tecnologia Kringlan, patenteada, converte os chamados pre-pregs (reforços pré-impregnados com resina de fibras ou tecidos usados na manufatura de compósitos) em formas tridimensionais numa só etapa.
Comparada a um compósito de carbono baseado em termoset, esta solução baseada em termoplástico pode oferecer vantagens de ciclo mais curto, redução de custos e reciclabilidade. Comparada a uma solução metálica, a roda em compósito de carbono termoplástico é não apenas mais leve, mas suporta melhor pancadas fortes.

A resina chamada ULTEM é um material habilitante crítico devido à sua capacidade de resistência às altas temperaturas encontradas atrás das rodas durante frenagens fortesacima dos 200 km/h – bem acima de 200 graus Centígrados. Ela está entre os termoplásticos mais dimensionalmente estáveis atualmente existentes e de alta previsibilidade em uma ampla gama de temperaturas. Ajuda também a manter a forma e a resistência da roda de compósito, que deve sempre ser perfeitamente redonda.

José Luiz Vieira, engenheiro automotivo e jornalista. Foi editor do caderno de veículos do jornal O Estado de S. Paulo; dirigiu durante oito anos a revista Motor3, atuou como consultor de empresas como a Translor e Scania. É editor do site www.techtalk.com.br e www.classiccars.com.br e  diretor de redação da revista Carga & Transporte.