3703_1

Primeiro fórmula elétrico do Brasil será exibido na pista

Desenvolvido por estudantes da FEI, o protótipo é alimentado por bateria de celulares

Desenvolvido por estudantes da FEI, o protótipo é alimentado por bateria de celulares

O primeiro carro fórmula elétrico do Brasil, alimentado por baterias de celular, fará sua primeira demonstração neste final de semana durante a 8ª Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS, que será realizada de hoje (18/11) até domingo, dia 20, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA), em Piracicaba, SP. O protótipo fará apresentação dinâmica no sábado e domingo (19 e 20), a partir das 13h.

O veículo é alimentado por baterias de celular, tipo íon de lítio, que levam cerca de 4 horas para carregar e garantem autonomia de 30 minutos. O fórmula elétrico pesa 320 kg, contando o peso do piloto, e pode superar os 100 km/h.

A pedido da SAE BRASIL, o carro foi construído por sete estudantes dos cursos de Engenharia Mecânica e Elétrica do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana), sob coordenação do professor do curso de Engenharia Mecânica Automobilística Ricardo Bock, com suporte do Comitê de Veículos Elétricos e Híbridos da SAE BRASIL e das empresas VEG Motors e Magneti Marelli na viabilização do carro.

Com o protótipo, a SAE BRASIL quer estimular os estudantes de engenharia de todo o País a desenvolverem veículos da categoria para disputar a 1ª Competição Fórmula SAE Elétrico, prevista para 2012.

Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS – Em Piracicaba, a tradicional competição de engenharia com motor a combustão é realizada desde 2004. Este ano a competição conta com 22 equipes inscritas (19 em 2010), que reúnem cerca de 500 estudantes de engenharia do Sul, Sudeste, Centro Oeste e Nordeste. As 22 equipes representam instituições de ensino da Bahia, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal.

Em Piracicaba, os carros serão avaliados por especialistas da indústria da mobilidade, desde a concepção técnica (projeto, relatórios de engenharia e inspeção técnica de segurança) e até viabilidade comercial (relatório de custos e apresentação do produto) e em provas dinâmicas. No domingo, acontecerá a prova mais difícil: o enduro de resistência de 22 km, numa pista travada, que exige muito dos carros e pilotos.

As duas equipes que obtiverem as melhores pontuações na soma geral das provas poderão representar o País nas competições da SAE International, em Michigan (primeiro colocado) e Nebraska (segundo colocado), nos EUA, em 2012.