Pro Tork quer abrir vantagem na reta final do Brasileiro de MX

O Campeonato Brasileiro de Motocross entra em sua reta final com a realização da sexta etapa e promete belas corridas para este fim de semana, dias 18 e 19, em Nova Friburgo (RJ). Liderando quatro das seis categorias em disputa, a Pro Tork Racing Team tem o objetivo de somar o máximo de pontos para abrir vantagem na classificação.

Scott Simon está animado com o desafio e promete dar trabalho aos adversários. Os treinos seguem em ritmo acelerado e o resultado pode ser visto na tabela. O norte-americano é o ponteiro na MX1 e MX2, com mais de 30 pontos sobre os segundos colocados, e vem se firmando a cada prova como favorito aos títulos das duas classes.

“A expectativa no início do ano era muito boa, mas agora é ainda melhor. Tenho quatro vitórias na competição, meu pior resultado foi uma quarta colocação, enfim. Cresci bastante durante a temporada, superei grandes pilotos e estou contente com o suporte da equipe, que está sendo crucial. Espero alcançar mais vitórias para a Pro Tork e cumprir minha missão”, afirmou.

Na MX3, o clima esquenta cada vez mais com os pegas entre o líder Davis Guimarães e o vice Nico Rocha. Entretanto, quem deve ganhar destaque nesta etapa é o catarinense Milton “Chumbinho” Becker, que está de volta às pistas após o acidente que o deixou afastado por dois meses. O piloto não está em plena forma, mas garante estar preparado para subir ao pódio.

“A recuperação foi mais rápida do que os médicos imaginavam, porém, após quebrar quatro costelas e retirar o baço, fiquei muito tempo em repouso e acabei perdendo o ritmo. Depois de tudo que passei, fico bastante feliz por poder voltar. É difícil dizer o que espero desta corrida, mas acho que consigo terminar entre os cinco primeiros”, explicou Chumbo.

Carlos Eduardo Franco representa o time na 230cc. O sul-mato-grossense tem um dos melhores desempenhos entre os líderes do campeonato, são quatro vitórias e um segundo lugar. Com 35 pontos a mais que o segundo colocado na classificação da categoria, Carlos pretende manter o bom desempenho e a tranqüilidade para fazer uma prova sem erros.

Desfalque
Roberto Castro não disputará o Brasileiro de Motocross neste fim de semana. Após se acidentar na última etapa do Arena Cross, o costa-riquenho investe em sua recuperação para defender as cores de seu país no Motocross das Nações, evento que será realizado nos dias 25 e 26 de setembro, nos Estados Unidos.

Confira a classificação:

MX1
1º) Scott Simon – 114 pontos
2º) Cristopher Castro – 80 pontos
3º) Douglas Parise – 69 pontos
4º) Eduardo Lima – 68 pontos
5º) Marcello “Ratinho” Lima – 63 pontos
6º) Roberto Castro – 59 pontos

MX2
1º) Scott Simon – 115 pontos
2º) Marcello “Ratinho” Lima – 80 pontos
3º) Douglas Parise – 76 pontos
4º) Marçal Muller – 72 pontos
5º) Adam Chatfield – 71 pontos
6º) Humberto Martin – 63

MX3
1º) Davis Guimarães – 115 pontos
2º) Nico Rocha – 111 pontos
3º) Nielsen Bueno – 96 pontos
4º) Willian Guimarães – 87 pontos (Piloto patrocinado pela Pro Tork)
5º) Milton Becker – 66 pontos

230cc
1º) Carlos Eduardo Franco – 125 pontos
2º) Ismael Rojas – 90 pontos
3º) Nivaldo Viana – 89 pontos
4º) Eduardo Rosing – 83 pontos
5º) Germano Vandresen – 60 pontos