Pro Tork Racing Team pode conquistar três títulos por antecipação

A penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross promete ser inesquecível para a Pro Tork Racing Team. Com grandes chances de conquistar antecipadamente os títulos das categorias MX1, MX2 e 230cc, a equipe parte motivada para a disputa que será realizada neste fim de semana, dias 13 e 14, na cidade de Guará (DF).

Os olhos se voltam especialmente para as provas das classes principais e para o líder na classificação delas, o norte-americano Scott Simon. A vantagem de 39 pontos na MX1 e de 45 na MX2 o deixa em uma posição bastante confortável. Scott precisa apenas de um oitavo lugar na MX1 e de um 18° na MX2 para colocar suas mãos nas taças.

“A temporada 2010 está sendo uma das melhores da minha vida. Dediquei-me aos treinos com moto como jamais fiz, cuidei da minha preparação física, enfim, nunca trabalhei tanto como neste ano. O resultado não poderia ser melhor, ganhei várias corridas e sempre me mantive no pódio. Estou muito feliz com a possibilidade de conquistar meu primeiro título brasileiro”, afirmou.

Nos últimos dias ele aproveitou para melhorar o condicionamento físico. Scott se recuperou recentemente de uma lesão no ombro, sofrida na última etapa da competição, por isso evitou o contato com a motocicleta. Apesar disto, o piloto Pro Tork se diz preparado para encarar o desafio. Porém, garante que irá com cautela, já que o foco neste momento são os canecos.

Já na 230cc o grande favorito é Carlos Eduardo Franco. O competidor venceu cinco das seis etapas disputadas, soma 39 pontos a mais que o segundo colocado na tabela e necessita de um oitavo lugar nesta prova para se tornar bicampeão. Carlos Eduardo está confiante, mas, assim como o colega de equipe, não pretende arriscar.

A Pro Tork Racing Team ainda entra em cena na MX3 com a promessa de pegas alucinantes. Na liderança da categoria, Davis Guimarães quer ampliar a vantagem de 11 pontos sobre Nico Rocha para chegar tranqüilo a grande final. Nico está disposto a estragar seus planos e quem também vem forte nesta briga é Milton “Chumbinho” Becker.

Classificação: MX1

1º) Scott Simon – 134 pontos
2º) Cristopher Castro – 95 pontos
3º) Douglas Parise – 87 pontos
4º) Eduardo Lima – 84 pontos
5º) Antônio Jorge Balbi Jr. – 73 pontos
7º) Roberto Castro – 59 pontos

MX2

1º) Scott Simon – 138 pontos
2º) Marcello “Ratinho” Lima – 89 pontos
3º) Douglas Parise – 88 pontos
4º) Marçal Muller – 83 pontos
5º) Antônio Jorge Balbi Jr. – 77 pontos
6º) Humberto Martin – 76
MX3

1º) Davis Guimarães – 138 pontos
2º) Nico Rocha – 127 pontos (
3º) Nielsen Bueno – 114 pontos
4º) Willian Guimarães – 107 pontos (Piloto patrocinado pela Pro Tork)
5º) Milton “Chumbinho” Becker – 91 pontos

230cc

1º) Carlos Eduardo Franco – 151 pontos
2º) Ismael Rojas – 112 pontos
3º) Nivaldo Viana – 109 pontos
4º) Eduardo Rosing – 99 pontos
5º) Germano Vandresen – 78 pontos