Foto: Marronzinho, da Pro Tork Racing Team, disputa a MX1

Pro Tork Racing Team pronta para o Brasileiro de MX

Foto: Marronzinho, da Pro Tork Racing Team, disputa a MX1

Foto: Marronzinho, da Pro Tork Racing Team, disputa a MX1

A equipe que representa a f brica paranaense de pe‡as e acess¢rios para motos est  completa para a disputa da principal competi‡Æo nacional de motocross

SÆo Paulo (SP) – Reformulada e cheia de novidades, a Pro Tork Racing Team est  pronta para o Campeonato Brasileiro de Motocross 2007. O time que representa a f brica paranaense de pe‡as e acess¢rios para motos intensifica os treinamentos visando … estr‚ia neste final de semana em Indaiatuba, interior paulista, com as motos da marca Kawasaki. Composta por sete pilotos, a equipe estar  presente ainda em disputas regionais. As novidades estÆo por conta do retorno de Milton Becker “Chumbinho” … categoria MX2 e da volta de Paulinho Stedile ao motocross, al‚m dos rec‚m-contratados Rafael Faria e Douglas Santos. JoÆo Paulino “Marronzinho”, Nico Rocha e Rafael Zenni completam a equipe.

A grande novidade da temporada ‚ o retorno de Paulinho Stedile … modalidade que o afastou das pistas. Durante uma prova do ArenaCross em 2004 ele sofreu um acidente e lesi onou a coluna. Em 2006, voltou a competir e faturou o t¡tulo do Brasileiro de Supermoto na categoria SM2, al‚m de disputar algumas provas de veloterra. Agora chegou a hora de voltar ao calend rio nacional do motocross. “Eu gosto da rotina de treinamentos, de cuidar do condicionamento f¡sico e da alimenta‡Æo”, comentou. “E ter a oportunidade de voltar em uma equipe oficial como a Pro Tork Racing Team ‚ excelente”, completou o piloto, que disputar  a MX2.

A categoria contar  tamb‚m com a presen‡a de Milton Becker “Chumbinho”. Atual tricampeÆo da MX3, que re£ne os pilotos mais experientes, o catarinense ir  medir for‡as novamente com os mais jovens. A £ltima vez que ele disputou uma bateria da MX2 foi na temporada de 2003. “Foi com grande satisfa‡Æo que aceitei este novo desafio para 2007. Ap¢s 12 t¡tulos nacionais, terei a oportunidade de competir novamente na categoria MX2, na qual muitos pilotos jo vens atuam”, afirmou Chumbinho. A id‚ia da mudan‡a de categoria partiu da Pro Tork Racing Team, que acredita na competˆncia do piloto, um dos mais vitoriosos do motociclismo nacional. “Estamos confiantes no resultado de Chumbinho na MX2. Com toda a sua experiˆncia, sabemos que ele conseguir  superar esse desafio”, comentou Marlon Bonilha, chefe da Pro Tork Racing Team.

O paulista Rafael Zenni representar  a marca na MX2 ao lado de Stedile e Chumbinho. Al‚m deles, os outros pilotos da equipe tamb‚m se preparam para o in¡cio do nacional. Marronzinho, atual bicampeÆo brasileiro da MX1, j  estreou o uniforme da equipe em uma competi‡Æo regional. Ele venceu a terceira e a quarta etapas do Circuito VerÆo de Supercross – Desafio Sul-Brasileiro. Nico Rocha, vice-campeÆo da MX3 em 2006, vai em busca do t¡tulo nacional da categoria.

Promessas – Duas promessas foram contratadas recentemente para representar o time. O paranaense Rafael Faria, natural da cidade de Rio Branco do Sul, regiÆo metropolitana de Curitiba, estar  presente na disputa da categoria MXJr no Brasileiro de Motocross. Aos 17 anos ‚ o atual bicampeÆo paranaense da 125cc Especial. Douglas Santos ‚ de Santa Catarina e ‚ o mais novo piloto da equipe. Aos 12 anos de idade j  acumula importantes t¡tulos.  o atual campeÆo paranaense da categoria 85cc, a mesma que correr  no Brasileiro. Al‚m disso, faturou t¡tulos nos Campeonatos Catarinenses de Motocross e de Supercross e o bicampeonato do Circuito VerÆo de Supercross.