Foto: Nico Rocha ‚ segundo na MX3

Pro Tork tem bons resultados em MG

Foto: Nico Rocha ‚ segundo na MX3

Foto: Nico Rocha ‚ segundo na MX3

Santa Luzia (MG) – A Pro Tork Racing Team comemorou bons resultados neste domingo em Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte.

Durante a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, o time preto e amarelo de Curitiba conquistou dois lugares no p¢dio. O mineiro Massoud Nassar garantiu uma quarta coloca‡Æo na MX1 e o londrinense Nico Rocha ficou com o segundo posto na MX3. A Pro Tork ainda comemorou o terceiro lugar de um piloto patrocinado. O catarinense Christopher Castro tamb‚m chegou ao p¢dio na MX1, principal categoria da competi‡Æo.

A MX1 reservou muitas emo‡äes ao p£blico presente em Santa Luzia. Correndo em casa, Massoud Nassar manteve a boa fase e alcan‡ou a quarta posi‡Æo. “A pista estava muito complicada, cheia de buracos e acho que o resultado foi muito bom, pri! ncipalmente porque agora estou mais pr¢ximo dos primeiros colocados”, disse o hexacampeÆo brasileiro da modalidade. Ainda na MX1, a Pro Tork Racing Team contou com o paraguaio Adrian Cantero, que terminou o desafio em s‚timo.

Mais uma vez, Nico Rocha teve grande destaque no Campeonato Brasileiro de Motocross. O experiente piloto de 37 anos fez uma corrida de supera‡Æo ap¢s escapar da pista no in¡cio da prova da MX3, categoria destinada a pilotos com mais de 35 anos. “Fiz uma boa largada, mas errei no in¡cio e perdi muitas posi‡äes. Consegui buscar volta a volta e no final ainda conseguiu brigar pela vit¢ria com o Chumbinho”, contou o londrinense. “Saltamos a mesa de chegada juntos. Se tivesse tido mais tempo, o teria superado”.

Na MX2, a antiga 125cc, os pilotos da Pro Tork Racing Team marcaram presen‡a entre os dez m! elhores do domingo. Os paranaenses Jean Ramos e Kurtt Rocha fe! charam a bateria em s‚timo e oitavo, respectivamente. Rafael Zenni, que havia feito o segundo melhor tempo nos treinamentos de s bado, teve problemas na moto antes da largada e nÆo correu.

Garotada – Na 85 cilindradas, a Pro Tork Racing Team contou com dois pilotos em a‡Æo. A paranaense J‚ssica Michely, de 14 anos, completou a prova na 10¦ posi‡Æo e o paulista Gabriel Zenni, de 12 anos, ficou no 11§ posto. H‚ctor Assun‡Æo venceu a bateria. J  na 65cc, Stefany SerrÆo foi o destaque da equipe paranaense. A paulista de 11 anos terminou o desafio na 8¦ coloca‡Æo e seu companheiro de equipe, Endrews Armstrong, tamb‚m de 11 anos, finalizou em 23§. Nesta categoria C‚sar Zamboni foi o melhor.

Patroc¡nios – Al‚m de manter uma equipe oficial de motocross, a Pro Tork patrocina alguns pilotos, que disputam a! s principais competi‡äes do cen rio nacional. Este ‚ o caso de Christopher Castro, o Pipo, que neste domingo ficou com o terceiro lugar da categoria MX1. O catarinense, de 18 anos, fez uma grande corrida e foi superado apenas por JoÆo Paulino da Silva e Ant“nio Jorge Balbi. Com o resultado, ele chega a quinta coloca‡Æo no campeonato com 64 pontos.

Resultados – MX1 – 1§) JoÆo Paulino da Silva
2§) Ant“nio Jorge Balbi
3§) Christopher “Pipo” Castro (Piloto patrocinado pela Pro Tork)
4§) Massoud Nassar Neto (Piloto Pro Tork Racing Team)
5§) Kristopher Florenzano
6§) Roosevelt Assun‡Æo
7§) Adrian Cantero (Piloto Pro Tork Racing Team)

MX2 – 1§) Wellington Garcia
! 2§) Leandro Nunes da Silva
3§) Marcello Ferreira Lima
4§) Lu cas Moraes
5§) Rodrigo Selhorst
7§) Jean Carlo Ramos (Piloto Pro Tork Racing Team)
8§) Kurtt Rocha (Piloto Pro Tork Racing Team)

MX3 – 1§) Milton Becker
2§) Nicomedes da Rocha (Piloto Pro Tork Racing Team)
3§) Leonardo Muller
4§) Jaques Pich
5§) M rio L£cio Teixeira

85cc – 1§) H‚ctor Assun‡Æo
2§) Gabriel Gentil
3§) Eduardo Ferreira Lima
4§) Rodrigo Rodrigues
5§) Gabriel Montenegro
10§) J‚ssica Michely (Piloto Pro Tork Racing Team)
11§) Gabriel Zenni (Piloto Pro Tork Racing Team)

65cc – 1§) C‚sar Zambroni
2§) Everaldo Lima Filho
3§) Caio Cardoso
4§) Thiago Bortoloti
5§) Marcos Paulo Holtman8§) Stefany SerrÆo (Piloto Pro Tork Rancing Team)
d.n.f) Endrews Armstrong (Piloto Pro Tork Rancing Team)