Foto: arquivo Motonline

Produção de Motocicletas Apresenta crescimento de 22% em Agosto

Foto: arquivo Motonline

Foto: arquivo Motonline

Produção e vendas cresceram 22% e 14%, respectivamente, em comparação com o mês anterior, mas tendência de retomada ainda é bastante tímida se comparada com os números já conquistados anteriormente pelo setor de duas rodas.

Balanço divulgado nesta sexta-feira pela Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, aponta uma recuperação de produção de motocicletas no mês de agosto. Segundo os dados, o setor produziu 154.714 unidades, contra 127.297 em julho: um aumento de 22%. As vendas para concessionárias também tiveram expressiva alta: 14%. Foram 140.702 unidades comercializadas ante 122.736 em julho.

-Já com relação às vendas no varejo, os números devem ser inferiores aos da indústria, porém superiores aos do mês de julho. As projeções já apontavam uma recuperação gradativa neste segundo semestre e os dados mostram que as previsões estavam corretas, com o mercado reagindo positivamente, embora o setor ainda acumule perda sensível-, comenta Paulo Shuiti Takeuchi, presidente da Abraciclo.

A entidade trabalhou nos últimos meses em busca de soluções alternativas para reaquecer o mercado, como isenções em impostos e liberação de financiamentos públicos. As ações parecem começar a dar resultados. O mercado, no entanto, ainda se recente de maior facilidade para financiamento de produtos.

-O financiamento para motofretistas, através da Caixa Econômica Federal, está liberado mas ainda não ocorreram efetivações de negócios. A isenção da Cofins segue até o fim deste mês e acreditamos que será uma grande oportunidade dos consumidores comprarem seus produtos a preços mais vantajosos. Estamos mais animados com relação aos próximos meses e devemos retomar o ritmo de crescimento daqui para a frente-, completa Takeuchi.

Apesar da alta com relação a julho, os dados ainda estão muito aquém dos apresentados em 2008, quando o setor fechou o balanço de agosto com produção de 202.574 unidades e venda de 179.002, sinalizando uma queda de 23 e 21%, respectivamente.