Vendas_Queda

Produção de Motos cai em outubro frente ao mesmo mês de 2013

Segundo dados da Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, no mês de outubro último foram produzidas 144.596 motocicletas contra 172.826 no mesmo mês do ano passado, correspondendo a um decréscimo de 16,3%. As vendas no atacado – para as concessionárias – apresentaram queda de 17,5% entre os períodos, passando de 156.569 unidades (2013) para 129.156 (2014).

Ao comparar com o mês anterior, o segmento observou certo alívio. A produção registrou crescimento de 13,1%, quando foram fabricadas 127.813 motocicletas. As vendas no atacado apresentaram um acréscimo de 10,7%, com 116.655 unidades comercializadas em setembro.

Entretanto, se considerado o acumulado no período, o cenário não é positivo. A produção obteve declínio de 9%, passando de 1.436.029 unidades, nos primeiros 10 meses de 2013, para 1.307.293, no mesmo período de 2014. A comercialização para as concessionárias apontou um recuo de 11,5%, com 1.196.583 (2014) contra 1.352.339 motocicletas (2013).

A venda das motocicletas brasileiras para o exterior, que no mês passado havia registrado alta, declinou 21,7% em outubro. Foram exportadas 7.107 unidades contra 9.075 em setembro. Na comparação com o mesmo mês de 2013, a queda foi de 34,6% (10.864). No acumulado do ano, com 87.317 (2013) contra 78.648 unidades comercializadas (2014), o decréscimo registrado foi de 9,9%.

Média de Vendas Diárias Fica aquém da Meta – Ainda apresentando um resultado muito abaixo do esperado, o emplacamento acumulado, de janeiro a outubro, ficou 5% inferior ao volume registrado nos primeiros 10 meses de 2013, com 1.252.799 frente a 1.190.031 unidades. Em outubro foram emplacadas 120.317 motocicletas, volume 0,4% maior que setembro (119.793). Na comparação com o mesmo período de 2013 (123.517), o recuo foi de 2,6%. A média diária de vendas no décimo mês, que teve 23 dias úteis, ficou em 5.231 unidades, volume 3,93% menor do que setembro (5.445), que contou com 22 dias de comercialização. Em comparação com outubro de 2013 (média diária de 5.370 unidades), que registrou a mesma quantidade de dias úteis, houve redução de 2,59%.

“Ainda estamos com a média diária muito abaixo do esperado. Havíamos projetado um número de 5.500 motos comercializadas por dia no varejo em outubro e esse índice não foi alcançado. Para os dois últimos meses de 2014 esperamos que o acordo firmado entre Caixa Econômica Federal, Banco Pan e Fenabrave surta efeito no mercado para que possamos alcançar nossas projeções, que são de 5.700 para novembro e 6.400 para dezembro”, avalia Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.