Quebra-mato ou Mata-gente?

Ser  que o governo s¢ vai proibir engates e quebra-matos o dia em que um deputado tiver a canela rasgada por um destes malditos acess¢rios?

A £nica coisa que se implanta com rapidez no Brasil ‚ o esquema de faturamento …s custas do consumidor. Num piscar de olhos os motoristas se viram …s voltas com radares m¢veis, im¢veis, fixos, itinerantes, pardais, pistolas e outras varia‡äes sobre o tema. A ƒnsia de faturar chegou a atropelar o bom senso, a lei, o foco educacional.

Enquanto isso, outros absurdos vÆo marcando presen‡a no mercado e o governo faz vista grossa apesar de alertado pela imprensa e por respeitadas associa‡äes de classe. J  tem algum tempo que um grande volume de autom¢veis passou a ostentar o repugnante “engate-bola” atr s do p ra-choque traseiro. O acess¢rio ‚ instalado, a rigor, para rebocar trailer, carreta, prancha ou alguma outra coisa do gˆnero. Mas difundiu-se a id‚ia de que o tal engate protege a traseira do carro contra outro que o atinja acidentalmente. E o que acontece, na verdade, ‚ que ele:

1 – Segundo os engenheiros das montadoras, quando ‚ atingido com for‡a, provoca uma deforma‡Æo no monobloco do carro pois, ao contr rio do p ra-choque, ele nÆo absorve o impacto nem tem nenhuma flexibilidade.

2 – Provoca um enorme (e desnecess rio) estrago no outro autom¢vel.

3 – Fere o pedestre que estiver passando distra¡do junto … traseira
do carro.

A imprensa j  denunciou estes engates instalados irregularmente e tamb‚m a Associa‡Æo dos Engenheiros Automotivos (AEA) se manifestou oficialmente apontando os problemas causados pelo acess¢rio. Para proibi-lo, nÆo seria necess ria nem mesmo uma legisla‡Æo espec¡fica: basta lembrar que ele resulta numa “altera‡Æo das caracter¡sticas originais do ve¡culo”.

Mas o perigo nÆo reside mais s¢ na traseira: com a nova onda de peruas e picapes no rigor da moda off-road, as montadoras (Fiat e VW) estÆo instalando (e a Ford oferecendo como opcional) os quebra-matos na dianteira destes autom¢veis. Conhecidos tamb‚m como “bull-bar”, sua finalidade ‚ proteger o carro em estradas de terra ou trilhas.

Mas no trƒnsito urbano, o quebra-mato agrava e complica consideravelmente os ferimentos provocados no pedestre, no caso de um atropelamento. E j  foram, por isso, proibidos na Europa. Onde ali s, e pelo mesmo motivo, marcas famosas e tradicionais como Jaguar, Mercedes ou Rolls-Royce j  nÆo podiam mais instalar sobre a grade dianteira seus famosos e reluzentes s¡mbolos prateados.

Estivesse mesmo o governo brasileiro interessado em proteger o cidadÆo, j  teria banido estes malditos equipamentos do mercado. Entretanto, ‚ uma medida que nÆo vai trazer um centavo sequer para os cofres p£blicos e ainda por cima, contr ria aos interesses de seus fabricantes.

Tudo leva a crer que s¢ mesmo no dia em que um deputado ou senador tiver a canela rasgada por um deste engates ou quebra-matos ‚ que o problema vai receber a aten‡Æo que merece.