Rafael Fonseca e Oncinha dão show na abertura do Super Arena Motos

A cidade de Piracicaba (SP) sediou neste domingo, dia 22, a primeira etapa do Super Arena Motos, competição que mescla motovelocidade e motocross. A prova, que é válida pelo Campeonato Brasileiro de Supermoto, foi disputada no Kartódromo do Esporte Clube Piracicabano de Motociclismo (ECPA) em uma pista adaptada para a modalidade, com 80% de asfalto e 20% de terra.

A “briga” na SM1 (motos de enduro e MotoCross acima de 125cc de dois tempos ou 300cc de quatro tempos) começou nos cronometrados. Os pilotos Romulo Alvarenga (BH/MG), Rafael Fonseca (Brasília/DF) e Marcel Sona (Bauru/SP) protagonizaram uma disputa emocionante pela pole position, se alternando na primeira colocação durante os 30 minutos de treinos.

Na prova, quem se deu bem foi Rafael Fonseca. A vitória não foi fácil e só veio no último minuto. Romulo Alvarenga perdeu tempo com um retardatário e deixou o primeiro lugar escapar. Os dois pilotos deram um verdadeiro show na pista e brigaram pela liderança durante as 20 voltas. “Desde o final do ano passado a gente sabia que iria ser um campeonato muito bonito devido ao equilíbrio. O Oncinha (Romulo) teve uma infelicidade com um retardatário e eu me dei bem, apesar de ter feito uma escolha errada de pneu, optando pelo do ano passado. Agora vou em busca do bi-campeonato”, explicou Fonseca.

Mesmo com a perda da liderança, Romulo Alvarenga, que tem apenas 18 anos, ficou satisfeito com o resultado. “Começar uma nova categoria fazendo o melhor tempo e liderando grande parte da corrida foi muito, estou muito feliz, minha moto está muito boa”, disse. Em terceiro lugar chegou Marcel Sona.

A SM2 (motos até 125cc de dois tempos 300cc de quatro tempos), que largou junto com a SM1, teve como vencedor Rafael Paschoalin (SP), seguido por Paulo Rogério (Capivari/SP) e Wagner Pavaneli (Jaú/SP). “Só de estar aqui andando me deixa muito feliz. Trabalhei que nem louco a semana inteira na moto que nunca tinha andado, melhor impossível”, comemorou Paschoalin.

Na SM3 (motos nacionais de Trail até 300cc) o pole position Sinval Peres (Jau/SP) não encontrou dificuldades para garantir a primeira vitória na temporada. Ele fez uma boa largada e manteve a liderança até o final da corrida sem ser incomodado pelo segundo colocado Juliano Meira (Sorocaba/SP). O piloto comemorou a vitória empinando a moto em pé para o delírio do público. “As condições do tempo e a pole position foram , fundamentais para a vitória”, explicou o vencedor. Em terceiro lugar chegou Alvaro Candido Filho, o Paraguaio (Sorocaba/SP).

Na categoria X (monomarca Yamaha XTZ 250X) o piloto Fábio Luiz Soza (Sorocaba/SP), segundo melhor tempo nos cronometrados, não conseguiu largar com problemas no acelerador. Alvaro Candido Neto (Sorocaba/SP), o pole position, aproveitou o fato de não ter ninguém ao seu lado para fazer uma largada tranqüila e assumir a liderança da corrida e vencer a primeira etapa do Super Arena Motos.”Dei a sorte de fazer as primeiras voltas limpo, abri um pouco e consegui manter a vantagem. A vibração do público de Piracicaba me deu uma energia extra para conseguir a vitória”, afirmou. A segunda posição ficou com Valmir Polaco (SP) e a terceira com Gerson Incerti Júnior.

Classificação da etapa de Piracicaba/SP)
SM1 – 1 – Rafael Fonseca
2 – Romulo Alvarenga
3 – Marcel Sona
4 – Alison Candido
5 – Carlo Monaco

SM2 – 1 – Rafael Paschoalin
2 – Paulo Rogério
3 – Wagner Pavaneli
4 – Charles Miranda

SM3 – 1 – Sinval Peres
2 – Juliano Meira
3 – Alvaro Candido “Paraguaio”
4 – Danilo Lewis da Silva
5 – Francisco A.G. Oliveira

Categoria X – 1 – Alvaro Candido Neto
2 – Valmir Polaco
3 – Gerson Incerti Junior
4 – Rodrigo Cesar Maier
5 – Juliano Meira