Foto: Rafael Fonseca continua líder da SM1 após a etapa em Farroupilha

Rafael Fonseca vence em Farroupilha

Foto: Rafael Fonseca continua líder da SM1 após a etapa em Farroupilha

Foto: Rafael Fonseca continua líder da SM1 após a etapa em Farroupilha

Numa bela disputa com Francisco Velasco, o brasiliense levou a melhor na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Supermoto

O brasiliense Rafael Fonseca (IMS/Pro Taper/ Lawanteam) continua com 100% de aproveitamento ao vencer a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Supermoto, realizada nesse domingo, 02 de agosto, no Kartódromo de Farroupilha, RS. A vitória veio de forma apertada sobre o paulista Francisco Velasco (Lawanteam) na SM1.

Nos treinos de sábado os pilotos que disputam o campeonato brasileiro da modalidade tiveram problemas com quebra de motor e os mecânicos passaram a noite tentando reverter o problema. Rafael Fonseca, que foi o mais rápido no sábado, não treinou no domingo e largou nas últimas posições.

Porém, no início da prova o brasiliense se recuperou e partiu em busca da liderança, alternando-se na ponta com Velasco a cada passagem. Ambos protagonizaram belas disputas, mostrando toda a técnica exigida na modalidade.

O santista Simão Lawant Neto (Lawanteam) foi o terceiro colocado, seguido por Márcio do Carmo (Pro Moto/AP Motos/Do Carmo Racing) e Fúlvio Cavalli (Dilvo Motos). Na SM2, o vencedor da bateria de 20 minutos mais duas voltas foi Diogo Rates (Golden Light Iluminação) de Goiânia, seguido por Simão Lawant Neto (Lawateam) de São Paulo.

Na SM3, o paulista Juliano Meira (Lawateam) abandonou a prova após liderar 18 das 24 voltas. “A moto apresentou problemas ontem (sábado) e fizemos um conserto para garantir a participação” afirmou conformado. A bateria foi encerrada com bandeira vermelha, a uma volta do fim, após a queda da paulista Carolina Pereira (Coser/Templar/VicStore) que protagonizou uma boa briga com Luciano “China” Frozi (Zanela Racing/Turbo Mil/Venzon) de Farroupilha.

Com o abandono de Meira, Gustavo Luis Bonatto (Ocktano Gráficos), gaúcho de Marau, venceu a prova seguido por Sebastion Rochon (Supermoto Brasil/Alpinestars/Arai) de São Paulo. Carolina Pereira terminou com a terceira colocação. Na categoria Street, válida pelo campeonato regional, Fúlvio Cavalli (Dilvo Racing) de Bento Gonçalves, venceu a prova, seguido por Igomar dos Santos de Farroupilha em segundo e Felipe Henrique (Casa do Pintor) de Bento Gonçalves, em terceiro.

As disputas continuaram na bateria da SM4 Over 35. O goiano Márcio Vieira do Carmo (Promotor/AP Motos/Do Carmo Racing) de Itumbiara venceu a prova seguido por Simão Lawant Neto (Lawateam) e pelo gaúcho Fúlvio Cavalli (Dilvo Racing) de Bento Gonçalves, em terceiro.

Na SM3 Incentivo, três gaúchos subiram ao pódio. Gustavo Luis Bonatto (Ocktano Gráficos) de Marau foi o vencedor da prova, seguido por Sebastion Rochon (#27 Supermoto Brasil-Alpinestars – Arai) de São Paulo em segundo. Charles Kurmann (Maxi Power Transp-Zanella Racing) de Farroupilha terminou em terceiro e Lucas Milesi (Rinaldi/Relojoaria Milesi) de Bento Gonçalves, foi o quarto.

Com o quinto lugar obtido em Farroupilha, o paulista Vagner Solla (Gueto Racing/Ophicina Motos/Datas) lidera a disputa nacional dessa categoria. Carolina Pereira, que liderava o campeonato, não participou da prova já que estava em atendimento médico. A paulista perdeu a oportunidade de brigar pela ponta da tabela e nas próximas etapas deve correr atrás do prejuízo.

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Supermoto acontece em Brasília no dia 06 de setembro. A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Supermoto teve a organização da Federação Gaúcha de Motociclismo, supervisão Confederação Brasileira de Motociclismo, apoio Moto Clube Farroupilha e patrocínio: Honda, Concessionárias RS e Impacto Motos.