Foto: Rodolpho Mattheis mexe em sua moto KTM 450.

Rally Dakar 2010 começa em alto nível

Foto: Rodolpho Mattheis mexe em sua moto KTM 450.

Foto: Rodolpho Mattheis mexe em sua moto KTM 450.

Etapa rápida, com trechos de estradas de terra e trial fizeram parte do cenário desta primeira etapa do Rally Dakar 2010, que acontece nesta sexta-feira (02) entre as cidades de Colón e Córdoba, na Argentina. 362 veículos largaram na manhã de hoje e alguns ainda não terminaram os trechos cronometrados do dia.

Por conta da chuva que caiu nos últimos dias, alguns locais por onde passaria a caravana do rali tiveram que ser modificados. Dessa maneira, o traçado foi reduzido de 219 quilômetros para 168 entre as motos/quadriciclos, enquanto os carros/caminhões fizeram 199, ao invés dos 251 quilômetros previstos.

Rodolpho Mattheis, piloto de moto da Equipe Petrobras Lubrax, conta que já começou o rali superando desafios. A princípio, sofreu ao tentar dormir no acampamento. “Acho que me desacostumei com aquele barulho intenso dos motores a madrugada inteira. Se dormi uma hora foi muito”, desabafou. Logo no início do dia, às 4 da manhã, os competidores da categoria Motos realizaram um deslocamento até o começo do trecho cronometrado. “Deslocamento no escuro total, neblina intensa e muito frio”, acrescenta.

Mas o pior estava por vir, o trajeto da primeira etapa. “Ainda estou me adaptando à nova suspensão da moto. De repente, quebrou o amortecedor traseiro. Com esse problema, a estabilidade da moto ficou comprometida”, explicou. Mas mesmo tendo enfrentado esses transtornos, o piloto conquistou a terceira posição na classificação da categoria Maratona até 450cc, além da 55ª colocação na geral. O francês David Casteu foi o mais rápido do dia entre as Motos, seguido pelo compatriota Cyril Despres.

Longo dia pela frente – Amanhã (03), o rali segue para La Rioja e os competidores terão cerca de 300 quilômetros de trechos contra o relógio. A previsão de largada para iniciar o deslocamento é às 5h20. “Costumo acordar 1h30 antes da largada. Portanto, amanhã será um dia intenso”, conclui Rodolpho.